quarta-feira, 15 de junho de 2016

Claro também sai na frente e lança sua primeira rede 4G na faixa da TV

O que você achou? 
Claro está utilizando duas faixas para fornecer o sinal da sua internet, o que garante velocidade até 5 vezes mais rápida que a normal.


Anunciamos no começo da tarde que a TIM comunicou que é a primeira operadora de telefonia a ter rede de internet 4G na faixa de 700 MHz, a mesma utilizada pelas emissoras de televisão aberta para transmitir o sinal de TV analógica no Brasil. A Claro anunciou agora há pouco que também está lançando a sua rede comercial de banda larga móvel na faixa nesta quarta-feira, 15.

Com a liberação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para que as operadoras que adquiriram lotes para fornecer internet na faixa que era da TV analógica possam iniciar as suas operações na cidade de Rio Verde (GO), a Claro lança uma mistura das duas faixas (700 MHz e 2,6 GHz) para se diferenciar da concorrência. A prática, conhecida como LTE-Advanced, ou 4,5G - a evolução do 4G, vai permitir que o usuário acesse à rede de quarta geração com velocidade até cinco vezes mais rápida do que a habitual. "Estamos disponibilizando agora navegação em altíssima velocidade em Rio Verde", disse a diretora da Claro para o Centro-Oeste, Soraia Tupinambá.

Não é só mais velocidade que a Claro busca oferecer com o LTE-Advanced. Com a tecnologia, mais usuários poderão estar conectados em uma mesma torre, sem contar no maior alcance da faixa de 700 MHz. Com esta faixa, o sinal chega mais longe, diminuindo a necessidade de instalação de várias antenas (ERBs) para se ter uma boa cobertura. Todos os clientes Claro terão acesso à evolução do 4G sem pagar nada a mais por isso.

Mesmo com outra operadora investindo pesado no lançamento da sua rede LTE na nova faixa, a Claro garante que o pioneirismo foi seu, pois vem efetuando testes do 4,5G desde novembro do ano passado. Em algumas áreas de Rio Verde, a operadora diz que testou a mistura das duas faixas citadas acima e, em dezembro, chegou a unir três faixas de frequência (700 MHz + 1,8 GHz + 2,6 GHz) para comprovar o resultado. Segundo a Claro, foi obtida "uma experiência de navegação diferenciada, mais próxima do conceito 5G".

A Vivo deve ser a próxima a anunciar o início da operação do seu sinal 4G na faixa de 700 MHz, mas ainda não o fez. A Oi não vai operar com 4G na faixa porque decidiu não participar do leilão promovido pela Anatel.

Leia também:


2 comentários:

  1. Enquanto isso... As operadoras esquecem que existem várias cidades até 30 mil habitantes que até hoje só tem disponibilidade de 2G.

    ResponderExcluir
  2. Esquecem ainda inclusive, que tem cidades que com até 30 mil habitantes que sequer tem cobertura 2G de mais de uma operadora. Sem escolha, o consumidor vira refém de uma só empresa de telefonia móvel!!!

    ResponderExcluir