sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Reunião dos acionistas da PT fica para o ano que vem

O que você achou? 
Eles devem decidir se aceitam proposta da Altice para comprar a companhia, já aceita pela Oi, controladora da Portugal Telecom. Data foi postergada para o final da primeira quinzena de janeiro de 2015, devido as festas de fim de ano.


Os acionistas da Portugal Telecom irão se reunir numa Assembleia Geral no dia 12 de janeiro de 2015, para discutir sobre o processo de compra da PT SGPS pela Altice Portugal. Essa foi a data agendada pela companhia, principalmente por conta das festas de fim de ano e recesso dos setores de relações com investidores.

A operação foi aprovada pela administração da brasileira - agora conhecida internacionalmente - Oi na sexta-feira da semana passada (06/12). A Oi detém 100% do capital social da PT SGPS, mas a Portugal Telecom detém 25% da Oi, o que torna necessário também a aprovação dos acionistas portugueses.

Mas a Altice está confiante que vai conseguir adquirir a PT Portugal. A empresa está oferecendo 7,4 bilhões de euros (R$ 24,4 bilhões na cotação atual) pela Portugal Telecom. Se concretizando a venda, a Oi pretende utilizar o dinheiro para investir em sua operação aqui no Brasil, abandonando o seu desejo de traçar planos mais altos ao "voar para o exterior".

Trabalhadores e ativistas sindicais da Portugal Telecom protestam em frente a residência oficial de São Bento, em Lisboa.

Dentre os investimentos que espera-se que a Oi realize ao reduzir sua dívida, está a compra de 25% da TIM Brasil, numa oferta conjunta com Vivo e Claro, segundo informações da agência de notícias Bloomberg. Essa possibilidade, no entanto, voltou a ser negada pela TIM, que disse em comunicado ao mercado nesta quinta-feira (11) que ainda não foi contatada por nenhuma das operadoras brasileiras para uma negociação de compra de seus ativos. Pelo contrário, a TIM mantém o seu desejo de efetuar um acordo de fusão com a Oi para crescer no mercado de banda larga fixa e TV por assinatura.

Também nesta quinta, a Telefônica/Vivo disse desconhecer a origem das notícias que circulam na imprensa de que a companhia estaria interessada em comprar parte da TIM, e afirmou que não tem conhecimento de nenhum acordo desse tipo.

                         Conheça os homens mais poderosos do setor de telecom

Nenhum comentário:

Postar um comentário