quinta-feira, 13 de junho de 2013

Sindicato realiza protesto na porta da Nextel

O que você achou? 


Em 10 de junho, o Sintetel realizou um protesto na porta da sede da empresa Nextel, em São Paulo contra as alterações no Plano Médico.

O fato é que a Nextel decidiu fazer alterações no Plano de Saúde a partir de 1º de junho e cobrar coparticipação com percentual de 30% em consultas e exames dos trabalhadores. Até então, tudo poderia ser realizado sem nenhum custo.

A empresa tomou a decisão de maneira unilateral, sem se preocupar com trabalhador.

Em 29 de maio, o Sintetel se reuniu com os representantes da empresa para impedir que isso acontecesse, pois essa decisão configura descumprimento de Acordo Coletivo. Mesmo assim, a Nextel reafirmou que descontaria o valor abusivo dos salários.

O Sintetel ingressou ontem (12), com Ação Cível Coletiva para que a Nextel volte a praticar as mesmas regras anteriores, ou seja, não cobrar nada do trabalhador. “A união dos trabalhadores é muito importante para que consigamos reverter esta situação. Os trabalhadores demonstraram no protesto de hoje que o descontentamento com a decisão da empresa é geral. Vamos reverter isso”, afirma Cristiane Nascimento, dirigente do Sindicato.