quinta-feira, 6 de junho de 2013

Previ aposta na internacionalização da Oi com Zeinal

O que você achou? 
Com quase 10% no bloco de controle da Oi, a Previ, fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, avalia que a nomeação de Zeinal Bava para a presidência da operadora brasileira reforça os planos de internacionalização da companhia. "Gostaríamos que essa busca de oportunidades estivesse na pauta", afirmou ao Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, o diretor de Participações da Previ, Marco Geovanne. Segundo ele, a empresa deve avaliar novas "oportunidades de crescimento."

Em 2012, com a crise mundial no radar, o então presidente da Oi, Francisco Valim, havia engavetado os planos de expansão internacional da companhia. Em entrevista à imprensa em outubro do ano passado, Valim chegou a brincar dizendo que internacionalização para a companhia passaria a ser "Bangu, Arapiraca, São Gonçalo, Niterói, Xorroxó".

Desde a saída de Valim da Oi, circularam informações sobre a presença cada vez mais efetiva do presidente da Portugal Telecom nas decisões do dia a dia da empresa, como adiantou o #Minha Operadora em março deste ano, relatando a vinda de Zeinal Bava ao Brasil duas vezes ao mês para participar das decisões tomadas pela operadora.

Mas o presidente da Previ esclarece que o executivo cuidava apenas da presidência do comitê de Engenharia e Redes, Tecnologia e Inovação e Oferta de Produtos da companhia brasileira. Segundo Geovanne, a escolha de Zeinal vai agregar muita experiência e conhecimento à operadora brasileira.

"Ele fez um excelente trabalho na Portugal Telecom e esperamos que faça o mesmo trabalho na Oi", afirmou. Zeinal, lembrou, irá trazer uma visão de executivo global, sendo um catalisador das melhorias obtidas no processo de reestruturação da empresa. "A alta das ações da companhia hoje é uma excelente resposta (do mercado financeiro)", afirmou.