11/07/2024

Mais de 60 mil aparelhos já foram bloqueados pelo Celular Seguro em seis meses

Iniciativa criada pelo MJSP em dezembro de 2023 já possui mais de dois milhões de cidadãos registrados em todo o país.

De acordo com o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), pouco mais de seis meses após o seu lançamento, o programa Celular Seguro já ultrapassou a marca de 60 mil aparelhos bloqueados por perda, roubo ou furto, a partir de alertas de usuários. A iniciativa foi criada em dezembro de 2023 e já possui mais de dois milhões de cidadãos registrados em todo o país.

Em números exatos, o programa realizou o bloqueio de 60.813 aparelhos, e conta com 2.106.012 cidadãos registrados. A partir do cadastro, é possível proteger os dados pessoais no celular com um bloqueio do aparelho, quando ele é roubado, furtado ou perdido.

Uma nova versão do aplicativo foi lançada em abril deste ano, tornando o processo de registro mais simples e as comunicações de furto, de roubo ou de perda mais efetivas. O Celular Seguro permite não só o bloqueio dos aparelhos, mas também das linhas e dos aplicativos digitais, garantindo a segurança de informações sensíveis.

Uma das medidas para ampliar o escopo do programa é a incorporação de um protocolo de rastreamento e de recuperação de telefones móveis desenvolvido no Piauí, que está em análise pelo Ministério da Justiça.

Ela funciona da seguinte forma: quando uma nova linha é habilitada, as empresas de telefonia informam em qual local e aparelho a nova conta foi criada. Caso haja um registro de furto ou roubo, o receptador é intimado, via WhatsApp, a comparecer a uma delegacia para esclarecer a situação. Se a pessoa não tiver a nota fiscal, o telefone deverá ser entregue às autoridades, que vão encaminhar o aparelho para os verdadeiros donos.

Segundo a Secretaria de Segurança do Piauí, no primeiro trimestre deste ano, o crime de roubo de celulares recuou 44%, o de furto diminuiu 18% e a recuperação de aparelhos aumentou 139%.

O acesso ao Celular Seguro é feito com o mesmo login do site gov.br. Os aparelhos podem ser registrados pelo site ou aplicativo, disponíveis na Play Store (Android) e na App Store (iOS/iPhone).

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários