18/06/2024

Reajuste: Netflix toma medida após receber enxurrada de reclamações

Confira o aumento nos preços dos planos de assinatura da Netflix e a resposta da empresa diante das críticas dos consumidores.

A Netflix, um dos principais serviços de streaming de vídeo no Brasil, anunciou recentemente um aumento nos preços de seus planos de assinatura. Essa mudança gerou uma onda de críticas por parte dos consumidores nas redes sociais. No entanto, a empresa decidiu tomar medidas para avaliar a satisfação dos assinantes.

Conforme o site oficial da Netflix, os três planos disponíveis tiveram seus preços ajustados. O plano Padrão com anúncios passou de R$ 18,90 para R$ 20,90, o Padrão sem anúncios subiu de R$ 39,90 para R$ 44,90, e o Premium, o mais caro do serviço, agora custa R$ 59,90 em vez dos antigos R$ 55,90. Essa alteração era esperada desde o início do ano, quando a empresa já havia elevado os valores nos Estados Unidos.

Após o anúncio do aumento, muitos assinantes expressaram insatisfação nas redes sociais, questionando o impacto dessas mudanças em seus orçamentos. Em resposta, a Netflix decidiu conduzir uma pesquisa de satisfação para entender melhor a percepção dos usuários em relação ao custo-benefício de suas assinaturas. Ao abrir o aplicativo da Netflix em smart TVs, os assinantes são apresentados à seguinte pergunta: “Até que ponto você concorda com a seguinte afirmação? Minha assinatura Netflix proporciona uma excelente experiência, levando em conta o valor.” As opções de resposta incluem “Discordo totalmente”, “Discordo”, “Neutro”, “Concordo” e “Concordo Totalmente”.

Vale lembrar que a Netflix não é a única plataforma de streaming a ajustar seus preços no Brasil. A fusão com o aplicativo Star+ também resultou em reajustes no Disney+. Agora, o Disney+ oferece dois planos: o Padrão por R$ 43,90 mensal e o Premium por R$ 62,90 mensal. Essas mudanças refletem o cenário competitivo do mercado de streaming e o contínuo apelo desses serviços aos consumidores brasileiros.

Em meio a essa guerra de preços, a Netflix continua liderando o ranking de streaming de vídeo no Brasil, mesmo com o aumento de mensalidades. Cerca de 81% dos consumidores de plataformas digitais no país ainda optam pelo serviço da Netflix. Resta saber como os assinantes irão avaliar a experiência após essas alterações e se a pesquisa de satisfação ajudará a empresa a tomar decisões futuras sobre preços e conteúdo.

27 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
27 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários