21/06/2024

Quanto custa assinar os principais streamings hoje? Veja os preços atuais

Assinar plataformas de streamings já não é mais tão barato quanto há alguns anos. Confira os preços atuais das principais plataformas.

O início da popularização do streaming tinha como um de seus principais pilares o valor pago pelo serviço, principalmente se comparado com produtos como a TV por assinatura. No entanto, com o passar dos anos e o surgimento de novas plataformas, cada vez mais o preço da assinatura dos serviços de streaming vem passando por aumentos.

Será que ainda vale a pena assinar? Neste artigo, o Minha Operadora listou os preços das principais plataformas e somou quanto custa assiná-las atualmente. 

Confira a seguir o valor mais recente das principais plataformas de streaming que operam por aqui. Ou seja, encontre neste texto o valor mais recente que está já está sendo praticado no mercado ou será atualizado nos próximos dias. 

Quanto custa assinar os serviços de streaming em 2024?

O mercado de streaming no mundo todo teve muita mudança nos últimos anos. Houve o fim do compartilhamento de senhas, a fusão de algumas plataformas e a inserção de planos mais baratos com a consequência de inclusão de anúncios. 

Com isso, se em dezembro você costumava ter a maioria das marcas nas suas telas, agora certamente vai sentir no bolso a diferença. Mas, caso se enquadre naquelas pessoas que estão na busca por opções e precisa saber de valores atualizados, saiba também que a diferença entre o final de 2023 para o meado de 2024.

Aqui está a tabela com as informações sobre os preços dos serviços de streaming:

Serviço de streamingNome do planoPreço MensalPreço Anual
NetflixPadrão com anúnciosR$ 20,90
PadrãoR$ 44,90
PremiumR$ 59,90
Assinante extraR$ 12,90
Prime VideoMensalR$ 19,90
AnualR$ 166,80
MaxBásico com anúnciosR$ 29,90R$ 226,80
StandardR$ 39,30R$ 358,00
PlatinumR$ 55,90R$ 478,80
Disney PlusPlano Padrão (a partir de 26/06/24)R$ 43,90R$ 368,90
Plano Premium (a partir de 26/06/24)R$ 62,90R$ 527,90
Apple TV+Plano MensalR$ 21,90
GloboplayGloboplayR$ 24,90R$ 238,80
Globoplay + Canais ao VivoR$ 49,90R$ 514,80
Paramount+Plano BásicoR$ 14,90
Plano PremiumR$ 34,90

Hoje, caso alguém deseje ter essas plataformas pelo preço mais baixo de cada uma delas, pagará R$ 176,30. Portanto, esse é o custo médio atual. E para quem busca uma experiência completa pagando os planos mais caros, o valor total fica R$ 305, 30. Ou seja, saí esse valor com o cliente tendo acesso aos planos Premium, por exemplo.

Há de se avaliar que existem maneiras de buscar meios mais econômicos para cada assinatura. Algumas plataformas dão descontos para assinaturas anuais, outras tem ofertas especiais a partir de outros serviços como uso do programa Meli+ do Mercado Livre, ou ainda combos especiais entre as próprias marcas, como o Globoplay oferece. 

Mas o que mudou para que acontecesse o aumento?

Como já foi mencionado acima, o mercado de streaming vem passando por transformações cada vez mais rápidas e intensas. Se antes o consumidor tinha acesso a um serviço diferente por um preço relativamente baixo se comparado a TV por assinatura ou semelhantes, agora precisa lidar com um mercado cheio de demanda e, por consequência, mais caro. 

A Netflix não teve nenhuma mudança drástica, porém no começo do ano compartilhou com o mercado a expectativa de alterações de preços. Você pode conferir mais detalhes sobre esse assunto aqui.

O mesmo pode se dizer do Globoplay, Paramount+, Apple TV+ e Prime Video. Assim como a plataforma do TuDum, essas também não tiveram nenhuma mudança especial no serviço que explique de imediato a mudança nos planos. 

Ou seja, houve a mudança periódica, como se espera em qualquer prestação de serviço desse modelo.

Por outro lado, a Max e o Disney+, no Brasil, passaram e estão passando por um processo de fusão. Para as empresas, essa é a justificativa de mudança nos preços. 

Embora nos Estados Unidos o HBO Max e Discovery+ já tenham se unificado há algum tempo, essa junção (que é conhecida como Max) só chegou por aqui neste ano. Com essa fusão, a plataforma reformulou os preços de todos os clientes, desde os antigos, até os novos e também os promocionais. 

Os antigos clientes do HBO Max foram automaticamente convertidos em clientes Max, passando a ter acesso aos conteúdos da plataforma anterior e também aos do Discovery+. 

Já o Disney+ vai se fundir ao Star+. No mês de junho vai acontecer a conclusão desse processo e a companhia já divulgou os novos preços que serão praticados. Ainda não há notícias sobre como eles vão manejar os clientes promocionais, a exemplo de quem tem o serviço por meio do Meli+. Porém, os novos planos já foram divulgados.

Fim do compartilhamento de senhas

Assim como a Netflix colocou fim ao compartilhamento de senhas e hoje cobra por acessos extras, as outras plataformas estão indo pelo mesmo caminho. Max e Disney+ já compartilharam interesse neste sistema.

Ou seja, em breve será cada vez mais raro poder compartilhar uma conta com outras residências, como era possível até pouco tempo. E vale ressaltar que o Disney+ já está “taticamente” pronto para avançar nesse sentido.

Portanto, além dos comuns aumentos de preços, será cada vez mais normal lidar com taxas extras tal qual a da Netflix.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários