16/06/2024

Mega concluiu compra da Samm por R$ 100 milhões

Samm foi adquirida pela Mega Telecom e agora será integrada processualmente a companhia que realizou o negócio.

A empresa Mega adquiriu a provedora Samm por R$ 100 milhões, conforme anunciado pelo Grupo CCR, proprietário anterior. A compra foi aprovada pelo Cade em 9 de maio e pela Superintendência de Competição da Anatel em 15 de maio.

O presidente da Mega, Carlos Eduardo Sedeh, elogiou a Samm como um ativo de destaque no mercado, com uma história impressionante e uma base sólida de clientes nos setores de operadora, telecomunicações e corporativo.

“É um ativo que sempre consideramos um dos melhores do mercado, com uma história incrível. A empresa se destacou com base nas premissas de mercado do grupo CCR, atendendo clientes ativos, grandes e representativos nos segmentos de operadora, telecomunicações e corporativo”.

O executivo também afirmou que agora, as empresas estão passando por um processo de integração operacional. Segundo o que foi dito, eles esperam desafios na fusão das redes, mas também vemos grandes oportunidades.

Ao unir a rede da SAMM com a da Internexa, haverá ampliação da presença da companhia para o sul e Belo Horizonte, com a intenção de fortalecer e complementar outras redes para aumentar a resiliência.

Carlos Eduardo Sedeh também afirmou que os empregos serão mantidos. Com essa aquisição, o executivo disse que não apenas receberão ativos de rede, mas também conhecimento, pessoal e equipe. “Contamos com a energia da SAMM somada à nossa equipe da Mega, Internexa e G8 para realizar essa integração de redes”, complementou.

A marca Samm será gradualmente substituída pela Mega, mas ainda não foi estabelecido um prazo definitivo para isso, explicaram.

“Usaremos a marca SAMM por um tempo até que tudo seja unificado sob a marca Mega. Atualmente, nosso desafio é motivar e engajar as equipes para integrar essas redes. Sabemos que levará tempo, mas estamos energizados para isso”.

Por fim, vale ressaltar que a Samm afirma possuir uma extensa rede de 7.000 km, dos quais 5.000 km estão enterrados ao longo de estradas, conectando importantes cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre, além de ramificações no interior de São Paulo.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários