22/05/2022

Com App Store, Apple Music, Apple TV+ e iCloud, Apple alcança 825 milhões de assinantes

Aumento vem após a vitória histórica do Oscar por "CODA" da Apple TV+.

Os negócios de serviços digitais da Apple impulsionaram o crescimento da receita nos primeiros três meses de 2022, já que a gigante da tecnologia superou com folga as projeções dos analistas, apesar dos desafios da cadeia de suprimentos.

apple-smartphones-iphone13
Foto: Reprodução Internet

O segmento de serviços – que inclui App Store, Apple Music, Apple TV+, iCloud e outros negócios de assinatura – atingiu um recorde de US$ 19,8 bilhões em vendas, um aumento de 17%.

A Apple tinha mais de 825 milhões de assinantes pagantes em todo o mundo (compreendendo serviços da marca Apple e de terceiros), mais de 165 milhões nos últimos 12 meses e acima dos 785 milhões no trimestre do final do ano de 2021.

As vendas de iPhones, a maior linha de produtos da Apple, foram de US$ 50,6 bilhões no período, um aumento de 5,4%, uma desaceleração em comparação com um crescimento de quase 66% no mesmo trimestre do ano passado. Ainda assim, foi um recorde trimestral para o negócio de smartphones da Apple.

No geral, a empresa registrou US$ 97,3 bilhões, um aumento de 9% ano a ano e um recorde para um trimestre de março, e lucro trimestral por ação diluída de US$ 1,52.

A Wall Street esperava receita total de US$ 93,89 bilhões e EPS de US$ 1,43, segundo a Refinitiv. Os analistas estimaram que os serviços da Apple chegaram a US$ 19,7 bilhões no trimestre encerrado em 26 de março, o segundo trimestre fiscal de 2022 da Apple.

O relatório de ganhos vem após a vitória histórica do Oscar por “CODA”, da Apple TV+ – o primeiro streamer a ganhar o troféu de melhor filme, que o CEO Tim Cook elogiou em comentários preparados na teleconferência.

“Os resultados recordes deste trimestre são uma prova do foco incansável da Apple em inovação e nossa capacidade de criar os melhores produtos e serviços do mundo”, disse Cook ao anunciar os resultados.

O CFO Luca Maestri disse a analistas que os ganhos da Apple no trimestre de junho de 2022 serão afetados por restrições da cadeia de suprimentos relacionadas ao COVID, no valor de US$ 4 bilhões a US$ 8 bilhões, um impacto muito maior do que no trimestre de março. Ele acrescentou que o crescimento da receita de serviços no trimestre de junho ficará abaixo da taxa de 17% no trimestre anterior, citando em parte a suspensão das vendas da Apple na Rússia.

Com um valor de mercado de mais de US$ 2,6 trilhões, a Apple é a empresa mais valiosa do mundo.

Na quinta-feira (28), a Apple disse que seu conselho autorizou um aumento de US$ 90 bilhões no programa de recompra de ações da Apple. O conselho também declarou um dividendo em dinheiro de 23 centavos por ação, um aumento de 5%, pagável em 12 de maio.

Carolina Veneroso
Carolina Veneroso
Jornalista, formada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atua como repórter, redatora e com produção de conteúdo há 5 anos. Apaixonada por entrevistar e conhecer pessoas e novas histórias.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários