18/04/2024

MCom investirá R$ 3 bilhões em projeto que leva internet às escolas

Pasta do governo Federal, o Ministério das Comunicações, anunciou que investimento será feito nas escolas em locais remotos.

O Ministro das Comunicações, Juscelino Filho, planeja expandir um programa para fornecer internet para escolas públicas, postos de saúde, pontos de inclusão digital e órgãos públicos em áreas remotas, como comunidades ribeirinhas, quilombolas, aldeias indígenas, assentamentos e vilarejos.

O investimento previsto é de R$ 3 bilhões, visando atender especialmente os mais pobres e moradores de áreas rurais e do interior. O objetivo é promover a inclusão digital como meio de inclusão social.

“Precisamos levar internet a todos, além dos que podem pagar, para os mais pobres, moradores de áreas rurais e do interior. Nós estamos trabalhando arduamente para conectar os brasileiros e brasileiras e unir o Brasil. Porque inclusão digital também é inclusão social”.

Segundo o que foi explicado pelo MCom, um novo contrato com a Telebras vai expandir o acesso à internet, aumentando de 10,9 mil para até 28 mil pontos de acesso. O sistema satelital será utilizado, com instalação de antenas de recebimento.

Além disso, parte dos pontos terá acesso público de wi-fi. No primeiro lote, serão disponibilizados 15 mil pontos de 20 Mbps, 3 mil de 30 Mbps, 3 mil de 40 Mbps e 2 mil de 40 Mbps com wi-fi externo, todos ao longo de 60 meses. No segundo lote, serão 5 mil pontos de 60 Mbps com wi-fi externo, também em 60 meses.

Por fim, o ministério afirma que essa iniciativa representa a revitalização de um programa lançado durante o primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002. Chamado de Governo Eletrônico — Serviço de Atendimento ao Cidadão (Gesac), seu principal objetivo é promover a inclusão digital ao expandir o acesso à internet para comunidades que enfrentam desafios sociais significativos.

Isso inclui áreas rurais, regiões remotas e as periferias urbanas, onde a conectividade é limitada. Além disso, o programa visa fornecer acesso à internet em instituições públicas, especialmente em regiões distantes e de fronteira. Ele também está alinhado com outros programas governamentais, como os relacionados à educação e assistência social, para ampliar o acesso à internet e promover o desenvolvimento dessas áreas.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários