21/02/2024

Ministro das Comunicações pode deixar pasta através da reforma ministerial

Governo federal está planejando uma reforma ministerial e o Ministério das Comunicações deve ser uma das pastas contempladas.

O ministro das Comunicações pode sair do cargo muito antes do esperado. Isso porque o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT), está planejando uma reforma ministerial que está programada para ocorrer no início de 2024.

Juscelino Filho

Segundo informações divulgadas pelo jornal Estado de S.Paulo nesta quarta-feira (6), Lula pretende utilizar essa oportunidade para afastar membros considerados problemáticos do governo, incluindo o atual ministro das Comunicações, Juscelino Filho.

Caso a saída de Juscelino Filho seja concretizada, um dos possíveis candidatos para ocupar o cargo é o deputado baiano Paulo Azi, membro do partido União. A escolha de Azi para a pasta parece estar relacionada à sua proximidade com Elmar Nascimento, líder do União Brasil na Câmara, e com o secretário-geral do partido, o ex-prefeito ACM Neto. Este movimento indica uma estratégia do presidente Lula para reconfigurar a composição ministerial, substituindo figuras problemáticas por membros mais alinhados com sua visão política e objetivos governamentais.

A decisão de Juscelino Filho de deixar o governo já estava sendo debatida desde o início deste ano. Contudo, em março, o centrão exerceu pressão sobre a Esplanada dos Ministérios para assegurar a manutenção do nome dele no cargo. Esse foi um dos elementos determinantes que garantiu a permanência de Juscelino Filho na função até o momento.

Conforme informações do jornal Estado de S.Paulo, os aliados do ministro das Comunicações também compartilham da crença de que a situação do chefe da pasta é delicada, principalmente devido ao seu relacionamento com o PT, o qual se encontra fragilizado.

Polêmicas envolvendo Juscelino Filho, o atual ministro das comunicações

Em menos de um ano a frente da pasta, Juscelino Filho já esteve no centro de algumas polêmicas que ameaçaram a continuidade dele no cargo. Confira um resumo de algumas dessas situações nesta matéria, quando aconteceu a primeira menção a retirada do político do cargo ministerial.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários