28/02/2024

Marielle Franco é homenageada em novo selo dos Correios

Entidade do Ministério das Comunicações, os Correios, lançou um novo selo especial, dessa vez em homenagem a Marielle Franco.

Os Correios, que é uma entidade ligada ao Ministério das Comunicações (MCom), anunciaram o lançamento de um selo filatélico em honra à memória de Marielle Franco, a vereadora do Rio de Janeiro que foi assassinada em 2018.

Correios

A cerimônia ocorreu em Brasília na terça-feira (28/11) e contou com a participação de Benedita da Silva, deputada federal; Marinete Silva, mãe de Marielle e cofundadora do Instituto Marielle Franco; Anielle Franco, irmã de Marielle e ministra da Igualdade Racial; e Fabiano Silva dos Santos, presidente dos Correios.

Anielle Franco destacou que o selo serve como um lembrete sobre quem está sendo representado e defendido na política, especialmente em relação às minorias. Ela enfatizou que a abordagem política de sua irmã era centrada no afeto, cuidado e coletividade.

“A política que minha irmã fez, e continua fazendo dentro de muitas pessoas, é a política do afeto, do cuidado, da coletividade. Estar aqui hoje lançando esse selo é lembrar para quem a gente governa. E a gente governa – e luta -, por toda a população, mas, principalmente, pelas minorias”.

Juscelino Filho, atual ministro das Comunicações, também comemorou o lançamento do selo, enfatizando a relevância de homenagear a memória de Marielle Franco. Ele elogiou a iniciativa dos Correios em perpetuar Marielle como uma figura imortalizada na história do Brasil e do mundo.

“Essa iniciativa dos Correios contribui para preservar a história da vereadora, transformando Marielle em parte eternizada da história brasileira e mundial por meio desse selo postal”.

Marinete Silva sublinhou o impacto de Marielle na transformação da política nacional, afirmando que atualmente é possível dizer que Marielle não pertence apenas ao Brasil, pois o significado de sua figura se estende pelo mundo, transcende fronteiras.

“Hoje podemos dizer que ela não é mais nossa, pois o que Marielle significa está em todo o mundo, transcende. Por isso ela está presente e estará sempre”.

Fabiano Silva dos Santos, presidente dos Correios, destacou a escolha do Mês da Consciência Negra para celebrar Marielle, conectando sua trajetória a figuras como Zumbi dos Palmares e Dandara. Benedita da Silva expressou gratidão, enfatizando que o selo não é apenas uma lembrança, mas um instrumento de continuidade na luta.

O selo estará em exposição até 1º de dezembro na sede dos Correios e depois no Museu Nacional dos Correios, em Brasília. A arte, cedida pelo Instituto Marielle Franco, retrata a vereadora e está disponível para compra online e em agências dos Correios.

ViaMCom
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários