21/02/2024

X (Twitter) introduz taxa anual de US$1 para novos usuários

Programa 'Not a Bot' visa reforçar o combate ao spam e diversificar receitas da plataforma através da cobrança de uso do Twitter.

O X, antigo Twitter, está iniciando um programa de testes para a implementação de uma taxa anual de US$1, o equivalente a cerca de R$5, a ser cobrada de cada novo usuário que se cadastrar na plataforma. Essa iniciativa, conhecida como “Not a Bot”, está atualmente em fase de testes na Nova Zelândia e nas Filipinas e requer o pagamento dessa taxa como requisito para começar a publicar conteúdo e interagir com as postagens de outros usuários na rede.

Dólar

De acordo com o comunicado oficial da empresa, é importante ressaltar que essa mudança na política de preços somente afetará novas contas criadas, não tendo impacto sobre os perfis de usuários já existentes.

Essa iniciativa de cobrar uma taxa anual vem sendo discutida e planejada há algum tempo, sendo mencionada pelo empresário Elon Musk como uma possível estratégia para monetizar o serviço. Além disso, a empresa também está explorando alternativas, como ofertas de assinatura para remover anúncios, como parte de seus esforços para diversificar suas fontes de receita.

O funcionamento do programa é o seguinte: quando alguém cria uma conta, é necessário verificar essa conta com um número de celular. Isso permite apenas o “modo de leitura”, que possibilita visualizar postagens, seguir outros perfis e assistir a vídeos. Para começar a publicar conteúdo e interagir na rede, é preciso pagar uma taxa anual de US$1 ou assinar o X Premium.

X contra os bots

O “Not a Bot” foi anunciado com o objetivo de reforçar a missão do Twitter de combater bots e spam na plataforma. É importante ressaltar que essa iniciativa não tem como principal objetivo gerar lucro. A rede social já havia enfrentado o problema dos bots anteriormente, impondo limites diários de leitura de postagens.

No entanto, parece que o dinheiro não é um obstáculo para os robôs. Um perfil chamado @leyawn compartilhou uma captura de tela mostrando várias mensagens de spam, e todas as contas envolvidas tinham o selo azul de verificação do X Premium, indicando que haviam assinado o serviço pago.

<blockquote class="twitter-tweet"><p lang="en" dir="ltr">this plan is flawless. spam bots would never pay $1 a year to sign up a new account on twitter <a href="https://t.co/PkI68pqHGD">https://t.co/PkI68pqHGD</a> <a href="https://t.co/43RLAYGyAY">pic.twitter.com/43RLAYGyAY</a></p>&mdash; leon (@leyawn) <a href="https://twitter.com/leyawn/status/1714443851354550384?ref_src=twsrc%5Etfw">October 18, 2023</a></blockquote> <script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>

Inicialmente, o programa está passando por testes em apenas dois mercados específicos, e não há planos imediatos de expandi-lo para outras regiões. Isso significa que, por enquanto, as pessoas no Brasil não precisam se preocupar com mudanças nesse sentido. Ao mesmo tempo, o Twitter está introduzindo novos recursos exclusivos para a assinatura premium, com o objetivo de atrair mais consumidores para esse serviço.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários