19/04/2024

UM Telecom amplia conectividade para 184 municípios de Pernambuco

Contrato com o Sistema de Justiça em Pernambuco também contempla o distrito de Fernando de Noronha, que receberá internet via satélite.

Por meio de um contrato com a Um Telecom, os 184 municípios de Pernambuco, mais o distrito de Fernando de Noronha, serão atendidos com rede de fibra óptica da provedora, e de satélites de baixa órbita, respectivamente. A empresa de infraestrutura de serviços digitais ampliou as taxas de transmissão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

Com isso, o contrato está em implantação e, a partir de novembro, todos os endereços físicos do TJPE contarão com internet via fibra óptica, com taxas de transmissão a partir de 150 Mbps, podendo chegar a até 5 Gbps. As instalações anteriores ofereciam velocidades a partir de 10 Mbps.

O COO da Um Telecom, Daniel Gomes, reforça que o serviço da Um Telecom para o TJPE conta com uma infraestrutura de rede por fibra, que além de altas velocidades, provê também segurança, que é um diferencial importante no contrato, uma vez que os despachos, a comunicação, as requisições e outros dados que transitam no ambiente digital do TJPE serão 100% criptografados, garantindo a confidencialidade e a integridade de cada informação trafegada.

“A Um Telecom considera importante não apenas atender, como ir além nas demandas específicas de cada cliente”, afirma.

De acordo com a empresa, sua infraestrutura conecta os 185 municípios, sendo alguns distantes da área central. Petrolina, por exemplo, fica a mais de 700 km do Recife, mas não contempla o distrito de Fernando de Noronha, por sua característica geográfica insular, só que agora será beneficiado por mais banda de transmissão. A conexão utilizará um sistema de satélites de baixa órbita.

A arquitetura de rede montada pela Um Telecom usa a tecnologia SD-WAN, que possibilita que a navegação e acesso a sistemas corporativos sejam feitos entre os diferentes 185 pontos instalados, e diretamente à internet, sem passar por um equipamento ou concentrador central. Além disso, esses pontos poderão acessar os dois data centers mantidos pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco.

“O fornecimento da infraestrutura é o primeiro passo para que novas aplicações possam ainda vir a ser desenvolvidas, além de proporcionar uma excelente estrada de transformação digital para o TJPE”, explica Gomes.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários