23/02/2024

Inovação: Ligga lança nova linha de serviços para clientes do Paraná

Novo serviço segue a linha da empresa de telecomunicações em oferecer soluções complementares a banda larga.

A Ligga (antiga Copel Telecom), lançou sua nova linha de serviços para os clientes do Parna, a Ligga Energy. Como solução de eficiência em energia, a companhia passa a fornecer ainda neste mês de outubro, uma oferta de Energy as a Service (EaaS, ou Energia como Serviço) para clientes B2B e B2C.

Produção de energia solar para clientes da Ligga em uma das fazendas que integram cooperativas parceiras do projeto

De acordo com a empresa, o serviço pode ser contratado de forma 100% digital, sem taxa de adesão ou de cancelamento, possibilitando uma economia significativa na tarifa de energia, com um potencial de redução de até 20% para empresas e residências.

Rafael Marquez, CRO da Ligga, explica que “Neste modelo, conseguimos fornecer a energia limpa e renovável a um custo mais baixo do que as concessionárias tradicionais de energia. Além disso, não há necessidade de investimento em painéis solares ou obras de infraestrutura, tornando o consumo sustentável ainda mais acessível e atraente para o consumidor final”.

O funcionamento do serviço, segundo a operadora, é intermediado por cooperativas de energia renovável que geram a energia limpa e a direcionam para uma concessionária local. Em seguida, a redistribuição ocorre na forma de créditos, que é o que proporciona a economia na conta de energia.

“A sinergia entre o setor de telecomunicações e a energia sustentável fica evidente nessa solução inovadora, que busca viabilizar um futuro mais verde, limpo e sustentável para as próximas gerações”, diz o CEO, Adeodato Volpi Netto.

Um dos principais drivers da Ligga é ofertar soluções complementares a banda larga, “oferecendo cada vez mais benefícios, valor percebido e sustentabilidade aos nossos clientes”.

“Internamente, já temos cerca de 60% do nosso consumo próprio de energia proveniente de fonte limpa e renovável e estabelecemos como meta, atingir 80% até dezembro de 2024. Ao expandir nossa oferta para os clientes, tornamos a energia limpa mais acessível e com o benefício de um desconto monetário para os usuários”, completa Netto.

Além da energia solar, o projeto anunciado pela Ligga é composto também pelas CGHs (Central Geradora Hidrelétrica, que tem potencial de gerar até 5MW de energia), PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas, que, em termos de potência já instalada, possui 5.271 kW gerados) e Biomassa (cuja usina converte calor a partir da queima de matéria orgânica e já representa 9% da matriz elétrica brasileira, com 15.320 MW instalados).

Sobre a Ligga

Sediada em Curitiba, a Ligga é uma operadora de telecomunicações referência no estado do Paraná e pioneira na popularização do acesso à banda larga fixa por fibra óptica no país. A companhia investe em tecnologia e expansão com mais de 50 mil quilômetros de infraestrutura de rede e atendimento de aproximadamente 350 mil clientes em mais de 400 cidades – considerando Paraná, São Paulo e Mato Grosso.

Detentora dos direitos de exploração do 5G nesses estados e na região Norte, a empresa se prepara para expandir a sua atuação no território nacional, oferecendo conexão de alta qualidade e baixíssima latência, tendo o cliente como protagonista e “ativo” mais estratégico do negócio.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários