24/02/2024

Serpro fará prova de conceito para zero rating de governo com teles

Empresa se reuniu com operadoras e integradoras como Algar, Claro, TIM, Vivo e Datami para discutir o assunto; saiba detalhes.

Na última quinta-feira (17), o Serpro realizou, na sua sede e na regional São Paulo, a consulta pública com o objetivo de identificar a melhor viabilidade técnica e comercial para a oferta do serviço de link patrocinado de dados (zero rating) para os usuários de serviços prestados pelos municípios por meio do Cidades Gov.Br.

A empresa quer definir um modelo de negócio para que o cidadão acesse serviços pela solução sem gastar pacote de dados, ou seja, com zero rating.

De acordo com a gestora de Negócio Soluções Inteligentes para Governo Digital do Serpro, Dulcimara Delfes, “A ideia inicial era avaliarmos realmente a questão da viabilidade técnica em relação àquilo que queremos oferecer, entender também as dificuldades que as operadoras podem ter, como elas enxergam a prestação desse tipo de serviço e qual é a visão delas sobre o melhor modelo de negócio”.

O encontrou reuniu especialistas da Serpro e de grandes atores do mercado, operadoras e integradoras como Algar, Claro, TIM, Vivo e Datami, onde discutiram alternativas para que o cidadão não precise pagar pela navegação ao utilizar serviços digitais da prefeitura contratante do Cidades Gov.Br.

Na reunião também foram discutidos assuntos como a forma de identificação e delimitação dos endereços web ou aplicativo da navegação, o gerenciamento e o monitoramento de consumo de dados, possibilidade de restrição por geolocalização, entre outros temas. No final, as empresas planejaram a realização de encontros técnicos para aprofundar e testar as possibilidades.

Dulcimara Delfes avalia que a consulta cumpriu seu objetivo. “Foi interessante porque, ao final, as próprias operadoras nos procuraram sugerindo uma agenda para levarmos essas discussões levantadas aqui a um nível mais técnico, de como implementar exatamente”.

“A consulta pública cumpriu muito bem seu objetivo, porque temos agora direcionamentos mais precisos para darmos prosseguimento ao nosso trabalho”, conclui a gestora da empresa.

O gestor de Especificação Técnica para Armazenamento, Redes e Segurança da empresa, Herlon Hernandes, também celebrou o encontro. “Este contato com o mercado é muito importante. Por meio da Consulta Pública, discutimos de forma objetiva as necessidades do Serpro e as possibilidades técnicas e de negócio para atendê-las”.

“A realização de uma prova de conceito poderá dirimir eventuais dúvidas que ainda restem, mas principalmente, potencializar as possibilidades e alternativas tecnológicas para atender ao negócio e ao cidadão”, acrescenta Herlon.

A ideia é que o município que contratar a plataforma Cidades Gov.Br poderá oferecer ao cidadão a possibilidade de solicitar e acompanhar serviços digitais, evitando deslocamentos desnecessários aos balcões físicos dos órgãos públicos. A segurança é garantida com a utilização da autenticação do Gov.Br

Consulta pública

O Serpro publicou a consulta pública no dia 2 de agosto, sob o Processo 00764/2023, disponível no portal da empresa, incluindo o documento descritivo do objeto de possível contratação, com os diversos itens que foram debatidos na reunião. A atividade foi marcada pela atuação interdisciplinar do Serpro, contando com representantes das diretorias de Operações, Desenvolvimento e de Relacionamento com Clientes.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários