21/02/2024

Vero e Americanet anunciam fusão por meio de troca de ações

Fusão deve criar um ISP com mais de 1,42 milhão de acessos no território nacional, de acordo com dados da Anatel.

Nesta terça-feira (11), a Vero Internet informou que fechou acordo para fusão do seu negócio por meio de troca de ações com a Americanet, e juntas vão se tornar a maior companhia independente do setor. As duas provedoras regionais de fibra óptica já estavam em conversas nos últimos meses, segundo fontes.

A operação será feita mediante a incorporação da totalidade das ações da Meppel, controladora da Americanet, pela Vero, que terá cerca de 56% do negócio e a Americanet e outros sócios ficará com 44%. A fusão deve criar um ISP com mais de 1,42 milhão de acessos no território nacional, de acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), ficando próximo aos números da Alloha Fibra (1,49 milhão).

“A operação resultará na união de duas das principais provedoras independentes de internet (ISPs) do país, que são referência e têm longa experiência na indústria, combinando talentos para prover soluções inovadoras em telecomunicações, na criação do maior provedor independente de acesso à internet (ISP) de banda larga fixa do Brasil (em termos de EBITDA)”, destaca a Vero, em trecho do comunicado divulgado ao mercado.

A futura empresa deve ser comandada pelo presidente da Vero, Fabiano Ferreira, que já atuou em empresas como GVT e Telefônica, enquanto que Lincoln de Oliveira, fundador e presidente da Americanet, ficará na presidência do conselho.

A Americanet atua fortemente nas regiões Sul, Sudeste, Norte e Centro-Oeste na prestação de serviço de comunicação multimídia (SCM), serviço telefônico fixo comutado (STFC) e serviço móvel pessoal (SMP). Já a Vero oferece conexão de internet de fibra óptica na região Sul e no estado de Minas Gerais, além de algumas cidades de Goiás.

De acordo com a Americanet, a expectativa é de que a integração dos negócios promova, ao longo dos próximos anos, aumento da eficiência operacional e otimização do investimento em equipamentos de conectividade, adicionalmente do ponto de vista econômico-financeiro. O portfólio de serviços deve ganhar produtos diferenciados para os mercados de varejo (B2C) e de atacado (B2B).

A combinação dos negócios entre Americanet e Vero Internet deve fortalecer as duas companhias. Não há intenção de abrir o capital, ao menos no curto prazo. Vale ressaltar que a fusão ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários