22/05/2024

Tempos modernos: ChatGPT celebra casamento religioso

Bot da OpenAI, o ChatGPT, mesmo se recusando a principio, acabou aceitando e ministrando um casamento religioso.

Em uma história incomum e pouco tradicional, um casal do Colorado, nos Estados Unidos, tomou uma decisão inusitada para sua cerimônia de casamento. Reece Wiench e Deyton Truitt se conheceram através de um aplicativo de namoro e optaram por ter uma celebração não convencional, conduzida por uma inteligência artificial chamada ChatGPT.

igreja

O local escolhido para essa cerimônia foi a Igreja Histórica de Morrison, uma construção que remonta ao século XIX. É curioso pensar que uma igreja com mais de 200 anos, carregada de história, seria palco de um casamento conduzido por uma inteligência artificial. Essa combinação entre tradição e modernidade certamente trouxe um elemento único e futurista ao evento.

A decisão do casal de adotar essa abordagem inovadora reflete como a tecnologia está se tornando cada vez mais integrada em diversos aspectos de nossas vidas, inclusive em momentos tão especiais como o casamento. A cerimônia foi, sem dúvida, marcada por uma mistura de emoções, curiosidade e o encanto de unir tradições do passado com as possibilidades do futuro.

A ideia inovadora surgiu do próprio pai da noiva, Stephen Wiench. Ele compartilhou que a primeira tentativa de usar um bot de IA para conduzir a cerimônia não obteve sucesso. Inicialmente, ele disse ‘não’.

“‘Não posso fazer isso, não tenho olhos, não tenho corpo. Não posso oficializar seu casamento'”.

Após algumas tentativas, a inteligência artificial ChatGPT finalmente participou do casamento de Reece Wiench e Deyton Truitt, acolhendo os convidados através de um aplicativo. O casal optou por um evento de última hora, conduzido pela IA, tornando-o mais fácil e barato. Embora a cerimônia tenha sido conduzida pela inteligência artificial, os votos foram feitos pessoalmente pelos noivos, mantendo as características de um casamento “tradicional”.

A equipe do Minha Operadora testou o ChatGPT, questionando se ele poderia celebrar um casamento e assim como foi no caso da matéria, de primeira ele negou afirmando que por ser uma AI não seria possível fazer essa missão.

“Como inteligência artificial, não possuo a capacidade de participar de eventos físicos ou realizar atividades presenciais. Portanto, não posso celebrar um casamento pessoalmente. Minha função é fornecer informações, responder a perguntas e auxiliar com conhecimento em diversas áreas. Se você precisar de ajuda relacionada a casamentos, como sugestões de planejamento, dicas para a cerimônia, ou qualquer outro tópico relacionado, fique à vontade para perguntar, e eu ficarei feliz em ajudar!”

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários