16/04/2024

Spotify reajusta preços em vários países; confira detalhes

Streaming de música muito popular me vários lugares, o Spotify, anunciou preços novos a serem praticados em suas diferentes assinaturas.

Hoje, segunda-feira, dia 24, o Spotify divulgou ajustes em seus planos em vários países, abrangendo mudanças nos planos Individual, Duo e Universitário, este último sendo o mais econômico disponibilizado pelo serviço. Uma informação relevante para os usuários brasileiros é como essas alterações impactarão nos valores praticados no país.

Spotify

Com as mudanças, o plano Individual, que anteriormente custava R$ 19,90 mensais, passará a ser comercializado por R$ 21,90 ao mês. Para aqueles que utilizam o plano Duo, destinado a dois usuários, o valor mensal aumentará de R$ 24,90 para R$ 27,90. Já os estudantes que aderem ao plano Universitário, terão uma elevação de preço de R$ 9,90 para R$ 11,90 ao mês.

No entanto, para amenizar o impacto, os assinantes têm a oportunidade de usufruir dos preços atuais por mais um mês antes que as novas tarifas entrem em vigor.

Há uma notícia positiva para quem utiliza o plano Família, projetado para até 6 usuários do mesmo endereço. O valor mensal permanecerá inalterado, continuando a custar R$ 34,90.

Pela primeira vez em doze anos, o plano Premium do Spotify sofrerá um reajuste nos Estados Unidos. A partir de agora, a mensalidade será elevada de US$ 9,99 para US$ 10,99. Além disso, o plano Duo também sofrerá aumento, passando de US$ 12,99 para US$ 14,99. O plano Família também não escapou da mudança de preços e subirá de US$ 15,99 para US$ 16,99, enquanto o plano Universitário passará de US$ 4,99 para US$ 5,99.

Em um comunicado divulgado, o serviço informou que a decisão de ajustar os preços foi tomada com o objetivo de “continuar inovando”. Ressaltando que essas mudanças no valor da assinatura também se aplicarão a “diversos mercados”, o Spotify reforçou que tais atualizações são necessárias para continuar oferecendo um serviço de qualidade e agregar valor tanto para os usuários quanto para os artistas em sua plataforma.

Os países que sofreão o aumento serão:
Andorra, Albânia, Argentina, Áustria, Austrália, Bósnia e Herzegovina, Bélgica, Bulgária, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Chipre, Dinamarca, Equador, Estônia, Espanha, Finlândia, França, Reino Unido, Grécia, Guatemala, Hong Kong, Croácia, Indonésia, Irlanda, Israel, Islândia, Itália, Lituânia, Luxemburgo, Letônia, Mônaco, Montenegro, Macedônia do Norte, Malta, México, Holanda, Noruega, Nova Zelândia, Peru, Portugal, Sérvia, Suécia, Cingapura, Eslováquia nia, Eslováquia, San Marino, Tailândia, Türkiye, Estados Unidos, Kosovo.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários