18/06/2024

Amazon planeja introduzir anúncios no Prime Video

Após Netflix lançar assinatura de streaming com anúncios, o Prime Video também está pensando nessa possibilidade.

Segundo um recente relatório do The Wall Street Journal, publicado hoje (7), a Amazon está em processo de planejamento para introduzir um novo plano no Prime Video, o serviço de streaming da empresa. A ideia é adotar a exibição de propagandas. Essa estratégia segue os passos da Netflix, que já oferece uma opção de assinatura com intervalos comerciais entre os programas.

Prime Video

Além disso, de acordo com informações divulgadas pela Reuters, a Amazon está em negociações com duas grandes empresas de entretenimento, a Warner Bros. Discovery e a Paramount Global, para incluir anúncios em seus conteúdos através do Prime Video Channels.

Embora os detalhes específicos desse novo plano ainda não tenham sido divulgados, há especulações a respeito de diferentes aspectos, como os preços envolvidos, a disponibilidade de conteúdo na plataforma e a previsão de lançamento deste plano com anúncios

É importante destacar que a ideia de oferecer um plano com anúncios não é exclusiva do Prime Video. A Netflix já lançou sua própria versão de assinatura com anúncios, que, embora seja mais barata, não oferece o catálogo completo de conteúdo disponível nas outras assinaturas.

Quanto ao Disney+, embora essa opção de assinatura com comerciais já esteja disponível em alguns países, ainda não foi incorporada aqui no Brasil, e não há previsão para sua implementação.

A tendência de incluir propagandas em serviços de streaming pode ser uma estratégia para aumentar as receitas das empresas, oferecendo uma opção mais acessível para os consumidores em troca da visualização de anúncios. No entanto, é fundamental que as empresas encontrem um equilíbrio entre a monetização e a experiência do usuário, a fim de evitar impactos negativos na satisfação dos assinantes.

A implementação de anúncios em serviços de streaming também pode ter um impacto significativo no mercado publicitário. Com mais empresas adotando essa abordagem, os anunciantes podem se beneficiar ao ter acesso a uma base de usuários mais ampla e diversificada.

Além disso, a capacidade de segmentar anúncios com base nos interesses e nas preferências do público pode aumentar a eficácia das campanhas publicitárias. Por outro lado, os usuários podem ter uma reação negativa à essa implementação, visto que muitos optam por assinar serviços de streaming justamente para não ter acesso a propagandas em meio às programações.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários