21/04/2024

Ministérios se juntam para levar energia e internet para escolas públicas

No Brasil, há 138,3 mil unidades educacionais, sendo que 4,6 mil dessas escolas não têm sequer energia elétrica.

Nesta terça-feira (16), os ministros de Minas e Energia, Alexandre Silveira, e das Comunicações, Juscelino Filho, anunciaram uma parceria para garantir energia elétrica e internet para 4,6 mil escolas públicas brasileiras. O anúncio foi feito após reunião, na sede do Ministério de Minas e Energia (MME), em Brasília.

O Secretário Nacional de Energia Elétrica do MME, Gentil Nogueira, os diretores da Aneel, Sandoval Feitosa e Hélvio Guerra, o secretário de Telecomunicações do MCom, Maximiliano Martinhão, o Secretário de Comunicação Social Eletrônica do MCom, Wilson Wellisch, o presidente da Anatel, Carlos Baigorri e o Conselheiro da Anatel, Moisés Moreira também participaram da reunião.

Até o momento, o Brasil tem 138,3 mil escolas públicas, sendo que 8,3 mil delas não possuem acesso à internet banda larga. Inclusive, 4,6 mil dessas unidades educacionais não têm sequer energia elétrica. Com isso, o MME se comprometeu a garantir energia elétrica, o que possibilita a instalação dos equipamentos necessários para levar conectividade para os alunos e docentes.

De acordo com o ministro Alexandre Silveira, trata-se de mais uma importante ação do Governo Federal para garantir mais dignidade ao povo brasileiro.

“Entendemos que políticas de acesso à energia e conectividade devem sempre andar de mãos dadas, por isso essa discussão é fundamental para promover a integração dessas políticas que impactam positivamente na qualidade de vida da população. É o governo do presidente Lula avançando para melhorar a vida de todos os brasileiros e brasileiras ”, afirmou o ministro.

O ministro das Comunicações, Juscelino Filho, completa que “Levar energia elétrica e conectividade para essas escolas públicas e comunidades isoladas é garantir cidadania, segurança e acesso à informação para milhões de brasileiros, atendendo uma determinação do presidente Lula para avançarmos com a inclusão digital no país“.

Compartilhamento de postes

O MME e MCom também declararam apoio à resolução conjunta das Agências Nacionais de Telecomunicações e de Energia Elétrica, Anatel e Aneel, para a gestão compartilhada de postes. A Resolução que vem sendo elaborada pela Anatel e Aneel pretende regulamentar o setor e resolver definitivamente a questão.

O uso de postes e distribuidores de energia e prestadoras dos serviços de telecomunicações tem provocado muitos problemas no setor. Além da poluição visual com a exposição e excesso de fios, a sobrecarga na infraestrutura causa danos às distribuidoras e prestadoras e coloca em risco a segurança da população.

ViaMCom
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários