18/05/2024

V.tal tem crescimento na receita, mas fecha 2022 com prejuízo

No ano passado, a empresa teve uma receita líquida de R$ 4,96 bilhões, mas registrou um prejuízo líquido de 443 milhões.

Nesta segunda-feira (10), a V.tal, empresa de rede neutra, divulgou seu o balanço financeiro referente ao ano de 2022, onde somou uma receita líquida de R$ 4,96 bilhões, representando um crescimento de 65,26% no ano passado. Em 2021, o faturamento líquido tinha somado pouco mais de R$ 3 bilhões.

Embora tenha apresentado crescimento em sua receita, a empresa registrou em 2022, um prejuízo líquido de 443 milhões. No entanto, é um resultado com perdas menos intensas do que as registradas em 2021, quando a companhia registrou prejuízo de R$ 719 milhões. A empresa nota que os números não são perfeitamente comparáveis, visto “processo significativo de contribuições de ativos, transferência de contratos e assunção de obrigações” realizado ao longo do ano passado.

Ao final de 2022, a V.tal registrou um patrimônio líquido de R$ 24,5 bilhões, com um crescimento de 125%, em comparação ao ano anterior, que registrou R$ 10,84 bilhões. O caixa e equivalentes de caixa representavam R$ 4,56 bilhões, enquanto empréstimos e financiamento significavam R$ 5,7 bilhões até dezembro do ano passado. Assim, a dívida líquida da V.tal ficou em pouco mais de R$ 1 bilhão ao fim do exercício.

O passivo total (circulante e não circulante), ao fim do ano passado, ficou em R$ 11,23 bilhões. O valor representa uma alta de 47,76% na comparação com o exercício de 2021, quando as obrigações com terceiros somavam R$ 7,60 bilhões. Outro ponto abordado nos números foram os custos de bens e/ou serviços vendidos pela operadora – e que representaram R$ 4,4 bilhões em 2022. Em 2021, a linha apontava R$ 3,3 bilhões, indicando alta de 33% no ano passado.

Operacional

A empresa reportou que conta com uma rede de fibra de mais de 456 mil km, aproximadamente 20 milhões de casas passadas (home passed) em 2,3 mil cidades brasileiras, além de afirmar que fechou mais de 70 contratos com operadoras de escala nacional ou regional de serviços de banda larga no fim de 2022.

“Aproveitando a maior infraestrutura de fibra pura do Brasil, conectividade internacional e recursos de data center, a V.tal está em uma posição diferenciada para se tornar uma plataforma única para necessidades futuras de conectividade e infraestrutura da economia digital (5G, data center, IoT e outros)”, declarou a operadora.

Neste ano de 2023, a V.tal afirmou que pretende investir na expansão e no desenvolvimento de sua rede de fibra no país, para ampliar a capilaridade da rede e as velocidades disponibilizadas aos clientes. Entre os planos e investimentos da empresa também estão as áreas de atacado e de data center.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários