24/02/2024

Projeto de internet comunitária da Winity e Hughes será lançado este mês

Empresas anunciaram parceria ano passado, com o intuito de levar internet, inicialmente, para localidades rurais no Maranhão e Piauí.

Em outubro de 2022, a Winity e a Hughes anunciaram uma parceria para realizar dois pilotos de internet comunitária com o intuito de levar conectividade inicialmente para localidades rurais de dois municípios (um no Maranhão e outro, no Piauí), cuja conexão funcionaria a partir da frequência de 700 Mhz, com suporte de backhaul satelital.

De acordo com o presidente da Hughes, em entrevista ao Teletime, o projeto que envolve a rede móvel com backhaul satelital das companhias está sendo implantado no Maranhão e deve ser expandido para outras localidades ainda este ano. “O plano é lançar em abril o serviço nas duas comunidades e, a grosso modo, a ideia é analisar por dois meses, refinar a parte técnica do ponto de vista de custo e ver o que pode ser diferente“.

O executivo afirma que um dos sites já está pronto, enquanto que o outro está em fase final de implementação. “De fato, nossa ideia é chegar em vilas onde não há conectividade e oferecer um serviço que seja funcional, de boa qualidade e, mais importante, que a população possa pagar“. Guimarães ainda explica que esse projeto se trata de uma proposição diferente da banda larga satelital para residências, a HughesNet.

A Winity, que comprou o lote nacional do espectro 700 MHz no leilão 5G realizado em 2021 pela Anatel, atua como provedora de rede neutra móvel. O backhaul é fornecido pela capacidade satelital da Hughes, atendendo em áreas remotas onde não há infraestrutura de fibra para conectar as antenas.

“Aí vem a característica interessante de posicionamento da Winity que é muito valiosa para a gente – de ser uma operadora neutra usando espectro de 700 MHz, que é super bom para área rural e bem poderoso”, adiciona Guimarães.

A Hughes já teve um segundo projeto em parceria com a operadora. Inicialmente a Winity testou LTE comunitário em Minas Gerais, também utilizando a faixa de 700 MHz, mas atuando sozinha – a empresa havia obtido licença em caráter secundário com validade até 2025. “A gente percebeu que ali não iria vingar, então agora estamos retomando essa ideia, mas com a Winity“.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários