22/05/2024

Brisanet adota uso de energia renovável oriunda do mercado livre

Empresa nordestina também aderiu a geração distribuída compartilhada. Com isso, projeta reduzir 40% na fatura de energia em alguns estados.

Nesta segunda-feira (24), a Brisanet, anunciou que agora passa a consumir energia renovável oriunda do mercado livre de energia com as companhias do setor elétrico, proporcionando economias consideráveis. Com isso, a demanda de energia requerida pelas unidades da empresa no Ceará e Rio Grande do Norte, serão oriundas de fontes renováveis, como a geração solar fotovoltaica e eólica.

De acordo com a empresa nordestina, a iniciativa faz parte de seu plano de sustentabilidade e estratégias de crescimento. Com o negócio, onde fornecedores e compradores podem negociar livremente o preço do insumo, o grupo Brisanet espera que o custo mensal da empresa com eletricidade nesses estados diminua em torno de 40%.

A empresa anunciou também que aderiu à Geração Distribuída, segmento em que a energia é gerada pelos consumidores, próxima ou no próprio local de consumo.

É o segmento oposto à tradicional Geração Centralizada (GC), na qual a energia é gerada em grandes usinas e enviada aos consumidores pelas linhas de transmissão. Nesse segmento, que é o à tradicional GC, a energia é gerada em grandes usinas e enviada aos consumidores pelas linhas de transmissão.

Inicialmente, o plano plano de geração distribuída na modalidade compartilhada da operadora entrará em vigor em Pernambuco, que segundo a Brisanet, irá proporcionar uma economia anual aproximada de mais de R$ 200 mil, denotando uma economia de cerca de 10% em relação ao consumo energético mensal que a companhia tem em todo o estado.

Até o fim do primeiro semestre de 2024, todas as unidades consumidoras da Brisanet em outros estados (CE, PB, PI, AL, SE, MA e BA) também serão contempladas.

João Paulo Estevam, diretor de operações do Grupo Brisanet, mais do que economizar no custo dos serviços, a energia de fontes renováveis irá oferecer benefícios de grande impacto socioambiental.

“As empresas precisam colocar o ESG no centro do seu negócio. Ao aderir à energia renovável, tomamos a decisão de impactar positivamente todo o ecossistema que envolve o nosso negócio. Com o 5G, vamos aumentar consideravelmente o consumo de energia. Portanto, ao consumir energia renovável, estaremos contribuindo para o desenvolvimento social, ambiental e sustentável da região”, afirma.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários