20/05/2024

YouTube ultrapassa Record e SBT em audiência; confira os números

Novos dados do IBOPE revelam novos comportamentos do brasileiro com a televisão, especialmente em relação com o Youtube.

O Youtube passa a Record e o SBT nas casas com internet, afirma a Kantar IBOPE, e segue-se a discussão se o streaming vai superar a televisão em algum momento. Os números do primeiro ano das medições da instituição mostram um crescimento surpreendente da plataforma online. 

YouTube

Em 2022, o YouTube representou nada menos que 7,28% de todo o consumo de vídeos apenas através da sintonia no televisor. Considerando o consumo de todos os aparelhos da casa, como smartphone, tablet e computador, a fatia do YouTube sobe para 14,71%, o que é mais do que o share da Record (11%) e SBT (8,1%) no total do Painel Nacional de TV do instituto Kantar Ibope.

Já a Netflix teve uma parcela de 4,22% no consumo apenas pelo televisor, e de 4,32% na soma de todos os aparelhos. Esse valor supera o share nacional da Band. Diferentemente do YouTube, a diferença entre o consumo da Netflix pela TV e pelos demais aparelhos da casa é pequena, o que é semelhante aos demais serviços pagos de vídeos sob demanda, e endossa a volta da tela grande como preferência para conteúdos de maior duração.

Apesar de os dados serem de televisores conectados ou vinculados a dispositivos conectados à internet, o que implica em despesas com banda larga e, portanto, representa uma fatia mais rica da população, esses grupos são os principais alvos dos investimentos publicitários.

É importante destacar que o número de televisões conectadas atualmente já atinge 59% da população, de acordo com a Kantar Ibope. 

Essa bolha cada vez menos exclusiva tem sido dominada pelo YouTube e pela Netflix, que têm o potencial de mudar antigos hábitos de visualização de conteúdo de forma muito mais rápida do que a transição da TV aberta para a TV paga, cuja participação levou muito tempo para atingir 10% do tempo total de visualizações de TV no Brasil.

Antes, os vídeos de canais como o Porta dos Fundos eram compartilhados por meio de celulares. Agora eles competem com vantagem sobre as programações quase inalteráveis da Record e do SBT. 

A versatilidade das plataformas de streaming é uma grande vantagem na visão do público, visto que elas lançam constantemente novos conteúdos. 

Em contrapartida, as duas principais redes de TV aberta disputavam a vice-liderança do ranking de audiência, sempre atrás da Globo, até bem pouco tempo atrás. No entanto, o YouTube se destaca por sua ampla variedade de conteúdo e sua constante renovação.

Durante a Copa do Mundo do ano passado, um dos maiores sucessos foi a transmissão inédita de jogos no YouTube, o que demonstrou a capacidade da plataforma de oferecer conteúdo gratuito de alta qualidade. 

Como resultado, Casimiro Miguel, criador do canal Cazé TV, que foi inaugurado durante o mundial no Qatar, promete trazer novidades em breve para seus seguidores.

De acordo com dados divulgados pela Kantar Ibope Media na terça-feira (7), o GloboPlay ocupa o segundo lugar no mercado de streaming pago, representando 0,60% do consumo de TV residencial e 0,78% quando visto apenas na televisão.

Embora a Netflix ainda esteja muito à frente em termos de participação de mercado, é notável a competição do serviço brasileiro de streaming com gigantes como Prime Video, que é mais acessível em termos de preço, mas detém apenas 0,42% do mercado brasileiro, além da HBO Max (0,16%) e Disney Plus (0,15%), de acordo com dados de audiência da televisão.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários