25/02/2024

Vivo é nota ‘A’ em transparência e liderança em mudanças climáticas

Operadora Vivo está entre as cinco empresas bem colocadas e é a única operadora com nota máxima nessa categoria.

A Vivo foi uma das empresas brasileiras com destaque no “A-List” do CDP, graças a sua transparência na liderança de Mudanças Climáticas. Através da Telefônica, a Vivo está no top cinco das corporações com nota máxima. 

Vivo

O CDP – Carbon Disclosure Project, é uma organização internacional, que não tem fins lucrativos, que ajuda empresas e cidades a divulgar como elas conseguem impactar positivamente o meio ambiente. 

A avaliação onde a Vivo teve destaque acontece todos os anos. Nela são considerados dados relatados em questionário e reúne mais de 18,7 mil empresas globais, sendo 1,3 mil empresas no Brasil. A cerimônia de premiação foi realizada nesta segunda-feira (12), no Teatro Vivo, em São Paulo.

Uma metodologia detalhada e independente é usada pelo CDP para avaliar essas empresas, alocando uma pontuação de A a D- com base na abrangência da divulgação, conscientização e gerenciamento de riscos ambientais e demonstração de melhores práticas associadas à liderança ambiental, como o estabelecimento de metas ambiciosas e significativas.

O vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Vivo, Renato Gasparetto, afirma que esse resultado é a soma do compromisso da operadora com boas práticas e iniciativas positivas para toda a empresa. Além disso detalhes algumas ações que a operadora tem para culminar em destaques como esse:

“O resultado no CDP reflete o compromisso da Vivo com as boas práticas de governança e iniciativas que mobilizam toda a empresa em sua jornada ESG. Desde 2015, reduzimos em 76% nossas emissões diretas e de consumo de energia. Em 2019, passamos a consumir energia 100% de fontes renováveis e compensar o restante das emissões próprias e nos tornamos empresa carbono neutra. Atrelamos nossa meta de emissões ao bônus executivo e avançamos de forma consistente no engajamento da nossa cadeia de valor, como forma de contribuir efetivamente para proteger nosso planeta”.

A Vivo ainda afirma que tem novas metas para os próximos anos, entre elas  reduzir em 56% as emissões de CO2 na cadeia de valor até 2030 com relação a 2016 e alcançar emissões líquidas zero, até 2040.

Dexter Galvin, Diretor Global de Corporações e Cadeias de Suprimentos do CDP, afirma que a transparência ambiental é o primeiro passo para um futuro melhor para todos, principalmente a natureza:

“A transparência ambiental é o primeiro passo vital para um futuro net-zero e positivo para a natureza.  Em um ano de preocupações ambientais cada vez maiores em todo o mundo – de condições climáticas extremas a perdas sem precedentes para a natureza – a necessidade de mudanças transformacionais, urgentes e colaborativas é mais crítica do que nunca. O CDP continua a elevar o nível do que se qualifica como liderança climática, florestal e hídrica, esperamos ver as ambições e ações das empresas da A-List – e daqueles que querem um lugar nela – fazerem o mesmo”.

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários