13/06/2024

Vodafone celebra operação de compra da Nowo em Portugal

Transação terá que aguardar aprovação regulatória, mas a expectativa é que seja finalizada no primeiro semestre de 2023.

A Vodafone Portugal celebrou um acordo para a compra da Nowo, cuja operação deverá ser concluída no primeiro semestre do próximo ano, conforme informou em comunicado divulgado nesta sexta-feira (30/09). No entanto, a finalização da transação depende da aprovação dos reguladores.

Na nota, a empresa liderada por Mário Vaz anuncia que “A Vodafone Portugal (“Vodafone”) celebrou com a Llorca JVCO Limited, acionista da Másmóvil Ibercom, S.A. (“Másmóvil”), um acordo para a compra da empresa Cabonitel S.A., detentora da Nowo Communications (“Nowo”), o qual se encontra sujeito à necessária aprovação regulatória“.

De acordo com a informação divulgada, a Nowo, que é detida pela espanhola MasMóvil, é o quarto maior operador do mercado português, tendo cerca de 250 mil subscritores no serviço móvel e 140 mil clientes no acesso fixo, pela Pay TV e banda larga. Tem aproximadamente um milhão de casas cobertas com a sua infraestrutura de comunicações.

No processo do leilão do 5G no país, a Nowo foi uma das empresas que adquiriu espectro, se tornado um dos novos operadoras a entrar no mercado. Fica assim apenas como novo operador, a Dixarobil (detida pela Digi Spain Telecom), e o operador grossista, a Dense Air. Dessa forma, o mercado português deixa de ter seis operadoras e passa a ter cinco, devido à saída da Nowo.

A Vodafone não divulgou o valor acordado na operação. No entanto, no comunicado destacou que

“A aquisição da operação da Nowo pela Vodafone vem reforçar a sua competitividade no mercado, dotando-a de maior escala e de maior cobertura, com benefícios para os atuais e para os futuros clientes, bem como para o setor”, afirma a Vodafone.

Acrescenta ainda que “cria ainda as condições para investimentos mais eficientes em redes de conectividade de elevado débito, bem como no desenvolvimento de produtos e serviços inovadores”.

Mário Vaz, presidente executivo da Vodafone Portugal, fala em comunicado que a aquisição da Nowo permitirá que a empresa aumente a sua base de clientes, assim como a sua cobertura de rede fixa. “A futura modernização da rede adquirida para a nova geração de fibra óptica irá beneficiar os atuais e futuros utilizadores, ao garantir a qualidade e a resiliência acrescida desta infraestrutura”.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários