19/07/2024

‘Brasil Conectado’: Starlink é ativada em escola no Amazonas

Projeto Brasil Conectado foi anunciado a quatro meses. O intuito é levar conexão para estudantes sem acesso a fibra ótica.

A primeira escola do Amazonas recebeu a ativação da tecnologia da Starlink, internet via satélite, feita pela SpaceX. A chegada da tecnologia aconteceu quatro meses após o CEO da empresa Elon Musk anunciar que 19 mil escolas rurais do país teriam o sinal da Starlink, que faz parte do projeto Brasil Conectado.

Fábio Faria e Elon Musk

A primeira escola do Amazonas a receber a novidade foi a Escola Estadual Antônio Ferreira Guedes, que fica na zona rural de Careiro da Várzea, região metropolitana de Manaus, durante o dia 22, quinta-feira.

O Ministério das Comunicações já anunciou que outras duas unidades de ensino do estado vão participar da fase inicial do projeto da Starlink. Mas não deu prazos para quando será ativado o sinal. 

Brasil conectado é um projeto bilionário

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, informou que foram investidos por volta de R$ 10 bilhões para instalar a porta de entrada da Starlink em Manaus. Ele não explicou se esse investimento foi doação do empresário Elon Musk, ou dinheiro público. 

Segundo ele, trata-se de um investimento grande, mas é um meio para realização de muitas pessoas. Ele por exemplo está realizado em saber que através do trabalho dele pode conectar escolas e crianças que até ontem não tinham muita coisa. Veja a fala: 

“É um investimento alto, mas que faz com que as pessoas possam se realizar. Eu me realizo como ministro ao saber que estão conectando as escolas e essas crianças que ontem não tinham nada, imagina pro dono da empresa, isso é algo extraordinário”

O ministro também afirmou que a velocidade da internet ativada em Careiro da Várzea é maior que o sinal 4G. A escola tem 10 computadores, doados pelo Instituto Descarte Correto e recebeu um laboratório de informática para os alunos dos níveis fundamental e médio. 

Starlink é uma alternativa na falta de fibra óptica

Embora outros provedores de internet cheguem à região, a Starlink foi escolhida para o projeto de conexão nas escolas. A rede de Elon Musk só vai gerar conectividade para as escolas que foram preestabelecidas no projeto. Os moradores das comunidades onde estão as unidades de ensino não serão contemplados. 

O Ministro afirmou também que o satélite para essa escola foi doado por Elon Musk. O empresário viu fotos da instituição e se interessou e fez a doação. Fábio Faria também disse que a Starlink foi escolhida para levar internet onde a fibra óptica não chega.

ViaG1
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários