Claro lança oferta de quase 2 mil antenas adquiridas da Oi

Assim como a Vivo e a TIM, a operadora precisa se desfazer das ERBs que foram recebidas no processo de compra da Oi móvel.

Cerca de uma semana depois da oferta publicada da TIM e da Vivo, a Claro lançou uma oferta pública para a venda de aproximadamente 2 mil antenas que foram adquiridas no processo de aquisição das redes móveis da Oi. A informação foi veiculada pela operadora nesta quarta-feira (20).

De acordo com a Claro, estão sendo ofertadas 1.950 unidades da Oi, número correspondente a 42% da base total recebida, avaliada em cerca de R$ 110 milhões.

As informações constam em documentos enviados pelas companhias ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) comunicando o início das ofertas, além de detalhes dos equipamentos, como especificações, localização e preços unitários. A apuração dos valores e números foi realizada pelo Broadcast.

As antigas propriedades da Oi estão sendo vendidas para evitar concentração dos ativos em apenas três operadoras (TIM, Vivo e Claro). O Cade determinou que as empresas se desfizessem de metade das estações rádio-base (ERBs) dentro do prazo de seis meses, cuja medida foi um condicionante para o órgão aprovar a venda da unidade móvel da Oi. Para a Claro, que concentra menos equipamentos, serão 40% em 12 meses.

De forma geral, os preços unitários dessas antenas vão de R$ 3 mil a R$ 322 mil, dependendo da localidade, da conservação do equipamento e de suas funções. Como boa parte dessas ERBs suportam apenas a rede 2G e 3G, que estão sendo desligadas, não será uma tarefa fácil para as operadoras venderem esses equipamentos.

Até aquelas que funcionam no 4G, alienar será uma tarefa difícil, pois o seu uso tem pouca flexibilidade. Por funcionarem especificamente em uma faixa de frequência, o potencial comprador deverá possuir, principalmente, frequências de 1.800 MHz e 2.100 MHz. Ou terá que alugar esse espectro de terceiros, como Vivo, Claro e TIM, se quiser operar as antenas por conta própria.

Também seguindo o condicionamento do Cade, a TIM e a Vivo já comunicaram a oferta pública das antenas adquiridas da Oi. A Vivo colocou à venda 1.346 antenas pelo valor total de R$ 50,5 milhões e a TIM, são 3.610 pelo valor total de R$ 368,8 milhões.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore. E-mail para contato: [email protected]
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x