Acordo entre EMBRAPII e IDESAM potencializa a bioeconomia na Amazônia

Assinado durante a Expo Amazônia Bio & TIC, o acordo prevê investimentos do governo federal para estimular a bioeconomia na Amazônia.

No último sábado (2), a Empresa Brasileira de Inovação Industrial (EMBRAPII) e o Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (IDESAM), firmaram uma parceria para estimular a iniciativa que prevê produtos e serviços resultantes da cadeia econômica sustentável na Amazônia, ação desenvolvida para promover a expansão do Programa Prioritário de Bioeconomia na Amazônia Ocidental (PPBio), através de colaboração com a entidade governamental.

sustentabilidade-embrapii

Segundo informações, o Acordo de Cooperação foi assinados pelas empresas durante a Expo Amazônia Bio & TIC, evento realizado ontem (2) em Manaus, capital do estado do Amazonas, contando com a apresentação de palestras e exposições em estandes relacionados a sustentabilidade ambiental.

A colaboração entre as instituições deve beneficiar diretamente a inovação por pequenas empresas e startups que atuam na região, impulsionando a produtividade local enquanto preserva a fauna e flora do local.

Conforme explica a EMBRAPII, a ideia do projeto é “estimular projetos empresariais Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) para a exploração econômica sustentável da biodiversidade amazônica”, por meio de aportes não-reembolsáveis, ação que recentemente também foi anunciada pela Vivo com a emissão de R$ 3,5 bilhões em debêntures para metas sustentáveis e sociais até 2027.

Na cooperação entre EMBRAPII e Idesam, quem certamente sai ganhando é quem produz de forma sustentável na Amazônia, preservando os recursos locais e incentivando a produtividade e a qualificação dos profissionais da região”, ressalta José Menezes, coordenador de planejamento e relações institucionais da EMBRAPII.

Além dos investimentos no mercado local, a pasta do governo federal destaca que toda a infraestrutura técnica com as mais de 76 unidades da EMPRAPII estão à disposição para desenvolvimento de soluções customizadas que miram em atividades ecologicamente corretas principalmente no Amazonas.

De acordo com a EMBRAPII, recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) podem ser aplicados para “desenvolvimento de soluções nos temas de inovação em bioeconomia florestal, economia circular e materiais avançados”.

Mais investimentos da EMBRAPII

A EMBRAPII é uma Organização Social com Contrato de Gestão com os Ministérios de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Educação (MEC), Saúde (MS) e Economia (ME). Mais de 1600 projetos já receberam o apoio da EMBRAPII, totalizando mais de R$ 2,2 bilhões em investimentos.

Em bioeconomia, já apoiou 287 projetos de PD&I, beneficiando 274 empresas da área e movimentando R$ 351 milhões. Como exemplos de projetos apoiados pela EMBRAPII, podemos citar, por exemplo, formulações a partir de óleos amazônicos, genótipos para indústria florestal, biorremediação de solos, polímeros biodegradáveis, utilização de resíduos, compósitos com bambu, biodigestores, cosméticos, biodefensivos, soluções enzimáticas, entre outros.

Lucas Ribeiro
Lucas Ribeiro
Jornalista há quatro anos, trabalho com revisão de textos e elaboração de pautas sobre telefonia móvel/telecomunicações no geral. Como lema, compartilho a ideia de Álvaro Borba, que diz: “Não importa o que eu acho, importa o que eu sei, e o que sei são os fatos”.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x