Apagão da TIM em Paulista: operadora volta a ficar sem sinal

Motoristas de Uber e entregadores de aplicativos que utilizam o chip da TIM para trabalhar, tiveram que voltar para casa para aguardar o sinal voltar.

Tornou-se comum a falha na prestação do serviço de voz e internet da operadora TIM no município de Paulista, região metropolitana do Recife. O “apagão” mais recente ocorreu na noite deste sábado (25).

Em praticamente toda a cidade há relatos de clientes que ficaram sem conexão. Motoristas de Uber e entregadores de aplicativos que utilizam somente o chip da TIM para trabalhar, tiveram que voltar para casa para aguardar o sinal voltar.

No Downdetector, serviço que monitora a estabilidade de operação dos principais serviços de tecnologia do mundo, o município aparece em primeiro lugar entre as “localizações com mais relatos” de problemas com a TIM Brasil. Entre os comentários estão:

Moradores dos bairros Pau Amarelo e Janga registraram queixas no Downdetector. Quem mora no Centro da cidade e no bairro Vila Torres Galvão também reclamou da TIM.

O Minha Operadora testou uma linha da operadora TIM e constatou o problema. A rede aparece no celular com a mensagem “somente chamadas de emergência”. Ligações para chamar atendimento pelo *144# ou *222# retornavam com o erro: “Problema de conexão ou código MMI inválido”.

Em maio, a conta no Instagram “De Olho no Janga”, com mais de 60 mil seguidores, reclamou de mais uma falta de sinal da TIM. Janga é um dos bairros mais populosos de Paulista. Na ocasião, a operadora justificou a falha na prestação do serviço a uma “atualização de rede”.

Hoje (25/06), o administrador da conta voltou a falar sobre a queda de sinal da TIM:

O site Minha Operadora cobrou um posicionamento da TIM sobre as recentes falhas na prestação de serviço da empresa na localidade. Ao recebermos uma resposta, atualizaremos este post.

Raio-X da telefonia móvel em Paulista

Ao todo, Paulista (PE) possui 334.376 habitantes, segundo dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São 137,55 celulares para cada 100 habitantes, totalizando 459.940 linhas móveis ativas.

Depois da venda da Oi Móvel, a Vivo passou a liderar o market share da cidade, com 286.502 acessos (62,29%). Depois vem a TIM, com 104.446 chips em operação (22,71%), seguida pela Claro, com 68.991 linhas (15%).

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a Vivo atualmente possui a maior quantidade de antenas com sinal 4G no município, contabilizando 52 ERBs (sendo 29 da Oi). Em segundo lugar está a TIM, com 17 antenas 4G; e a Claro em terceiro, com 16 antenas.

Vagner Santos
Vagner Santos
Entusiasta de Telecomunicações. Fundador do Minha Operadora, hoje um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecom do Brasil e do mundo. Mais de 16 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.

3 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
3
0
O que você acha? Comente!x