InícioDefesa do ConsumidorBlack Friday: Procon-SP notifica Casas Bahia por cancelar pedidos

Black Friday: Procon-SP notifica Casas Bahia por cancelar pedidos

Consumidores afirmaram que o varejo cancelou pedidos de compra de smartphones com valores promocionais durante a Black Friday; entenda.

O Procon de São Paulo (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo) notificou a Via S/A, empresa responsável pela loja online das Casas Bahia, por descumprir com um desconto oferecido durante a Black Friday. O varejo terá que explicar por que cancelou os pedidos de consumidores que compraram smartphones que foram ofertados com valores promocionais no site.

O problema foi que a companhia cancelou pedidos de clientes que compraram o Samsung Galaxy Note 20 por R$700, que custa cerca de R$ 3 mil, um desconto de aproximadamente 76%. O mesmo aconteceu com pedidos do Samsung Galaxy S20 FE por R$ 1 mil, que custa cerca de aproximadamente R$ 2.500, a depender do modelo e da loja.

O Procon de São Paulo deu prazo de 3 dias para que o varejo esclareça os motivos que fizeram cancelar os pedidos, além de informar quantos pedidos da oferta foram realizados e o que pretende fazer para resolver as reclamações dos consumidores.

Segundo nota da Via S/A enviada à imprensa, a empresa informou que

“as variações de preço dos smartphones Galaxy Note 20 ocorreram devido a uma falha de processamento”. Os clientes “com valor apontado pelo sistema momentaneamente de forma incorreta tiveram a compra cancelada e foram reembolsados”.


LEIA TAMBÉM:

–> HBO Max e Via: streaming faz parceria com Casas Bahia e Ponto+

–> Facily faz acordo com o Procon-SP e deve indenizar consumidores

–> Procon-SP quer ligações gratuitas em orelhões; entenda

O diretor-executivo, Fernando Capez, recomenda que “Quem tiver algum problema com sua compra deve fazer uma reclamação no site do Procon-SP a qualquer hora”. A reclamação pode ser feita no site, onde “Assim que acessar a página, o internauta encontra um espaço específico para os registros sobre a data”.

De acordo com o órgão, a maior parte das queixas são relacionadas aos atrasos ou serviços e produtos não entregues durante o período promocional da Black Friday. Outras reclamações são sobre pedidos cancelados após compra, alteração de preço e indisponibilidade de produto.

SourceTecnoblog
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários