Governo promete 3 mil pontos de Wi-Fi gratuito até o fim deste ano

Meta do governo é disponibilizar o acesso público à internet em 18 mil localidades.

Governo promete 3 mil pontos de Wi-Fi gratuito até o fim deste ano

O Governo Federal, através do Ministério das Comunicações (MCom), anunciou um novo contrato com a Telebras para a oferta de 2 mil pontos de conexão por meio do programa Wi-Fi Brasil. A pasta já tinha anunciado outros 1.000 pontos, a partir de uma parceria com o Banco do Brasil e o Sebrae Nacional.

A Telebras será a responsável por implantar, operar e fazer a manutenção dos locais de conectividade. Os pontos de Wi-Fi públicos serão instalados em escolas, unidades de saúde, assentamentos, entre outros, principalmente em regiões que não contam com cobertura móvel ou disponibilidade de fibra.

O anúncio foi feito em solenidade na cidade de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, na última sexta-feira, 30 de julho. O evento contou com a presença do ministro das Comunicações, Fábio Faria.

“A gente chega em uma comunidade que não tem internet, coloca essa antena e, a partir daquele momento, as pessoas daquele lugar, daquela cidade têm acesso ilimitado e gratuito à internet para o resto da vida. Isso é levar informação para quem não tem, é levar educação”, destacou Faria.

VEJA TAMBÉM:

–> Governo descarta alterar edital do 5G para obrigar internet nas escolas

–> Banco do Brasil vai oferecer internet grátis em 500 municípios

–> Governo Federal expande a oferta de fibra na região nordeste

Segundo Faria, com os novos contratos e os pontos de internet já ativados, a meta é alcançar 18 mil locais até o final de 2021. O Ministério das Comunicações afirma que o programa Wi-Fi Brasil já instalou pontos de acesso à internet em 3 mil municípios, beneficiando 8,6 milhões de brasileiros.

Ainda durante o evento, o ministro anunciou a doação de 100 computadores para a montagem de nove laboratórios em escolas do Rio Grande do Norte. A iniciativa é do Programa Computadores para Inclusão, que já destinou ao estado outros 548 computadores.

Os equipamentos são recolhidos de órgãos públicos, instituições ou empresas privadas, que estão obsoletos ou inutilizados. Após triagem, os mesmos são consertados e recondicionados para posterior doação.

Com informações de Ministério das Comunicações.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários