22/06/2024

Disney+: fim do ‘Premier Access’ já pode ter sido decretado

Mesmo com lucros, a Disney pode não estar disposta a levar outro processo igualmente ao que foi movido pela atriz Scarlett Johansson.

Imagem: Cena de Viúva Negra – Reprodução Disney/Marvel Studios

Sem qualquer alarde, o fim do ‘Premier Access’ no Disney+ já pode ter sido decretado. O recurso foi criado pela empresa para viabilizar a ‘estreia simultânea’ entre os cinemas e o streaming, ou seja, uma oportunidade para compensar a perda financeira que os filmes teriam por conta da capacidade reduzida das redes ou até mesmo fechamento de algumas salas, em função da pandemia.

Mas, a iniciativa não foi bem vista por todos. O primeiro ponto negativo foi o valor, os brasileiros então precisam desembolsar R$ 69,99 se quiserem aproveitar. Já a principal polêmica gira em torno das redes de cinema e atores de Hollywood. A primeira parte é diretamente prejudicada por não ser mais a ‘primeira janela’ de exibição para os filmes. Quanto aos astros do cinema, normalmente eles negociam contratos com participação nas bilheterias, que agora são bem menores devido ao momento pandêmico.

Tal fato motivou Scarlett Johansson a mover um processo contra a gigante do entretenimento, justamente por causa do lançamento no Disney+. A atriz alega que seu salário estava atrelado ao desempenho financeiro do filme, que foi prejudicado pelo lançamento no streaming.

No momento atual, o filme “Viúva Negra” arrecadou US$ 359.8 milhões mundo afora e, segundo divulgou a Disney, US$ 60 milhões dessa quantia saíram das vendas no Premier Access somente no primeiro fim de semana.

VEJA TAMBÉM:

–> Viúva Negra ficará disponível para todos os assinantes do Disney+; saiba quando

–> Veja quanto o Disney+ faturou com o Premier Access de Viúva Negra
 
–> Processo contra o Star+ pode acarretar prejuízo histórico para a Disney

Curiosamente, a empresa não agendou mais lançamentos no formato híbrido. Todos os próximos filmes agora são divulgados como exclusivos do cinema. Na lista estão “Free Guy”, “Shang-Chi” e “Os Eternos”. Os dois últimos também da Marvel Studios, assim como “Viúva Negra”.

O último lançamento da empresa no ‘Premier Access’ foi “Jungle Cruise”, protagonizado pelos atores Emilly Blunt e The Rock. Segundo divulgação recente, o filme faturou US$ 30 milhões em apenas três dias no Disney+. Porém, mesmo que seja lucrativo, a Disney pode ter decretado o fim do modelo híbrido para não ter problemas (ou prejuízos) com processos como o de Scarlett Johansson.

Com informações de VEJA

3 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
3 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários