NIC.br lança novo portal com ferramentas para medir qualidade da banda larga

Ideia é permitir que consumidores, provedores e órgãos públicos testem a internet em um só lugar.

NIC.br lança novo portal com ferramentas para medir qualidade da banda larga

Nesta segunda-feira, 26 de julho, o Centro de Estudos e Pesquisas em Tecnologia de Redes e Operações (Ceptro.br), do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), anunciou o lançamento do “Portal Medições“. O novo site reúne ferramentas para medir a qualidade da internet por consumidores, provedores e órgãos públicos.

De acordo com Milton Kaoru Kashiwakura, diretor de projetos especiais e de desenvolvimento do NIC.br, a ideia foi reunir em um só lugar todos os serviços do Sistema de Medição de Tráfego Internet (SIMET). Para os consumidores, por exemplo, o recurso permite analisar a qualidade da banda larga contratada junto às operadoras, medindo a velocidade de download, upload, latência, perda de pacotes, entre outras métricas.

“A velocidade não é a única medida importante para uma navegação satisfatória. Algumas atividades, como jogos on-line, exigem um tempo de resposta mais rápido, outras maior estabilidade, como assistir a vídeos pela Internet. Com as diferentes métricas oferecidas pela ferramenta, é possível ter um diagnóstico mais preciso e completo”, ressalta.

Para provedores, o portal oferece ferramentas que permitem apresentar uma visão completa da rede, além de identificar anomalias e obter insights em tempo real. Já para o setor público, é possível testar a internet disponível em diferentes regiões do país, tendo o recorte por estados e municípios.

VEJA TAMBÉM:

–> Ministério da Justiça desenvolve aplicativo para medir qualidade da internet

–> Anatel vai cobrar mais transparência das operadoras na velocidade da internet

–> Internet lenta? Ministério Público obriga operadoras a ressarcir clientes

“O mapeamento que a ferramenta traz é bastante completo e possibilita realizar uma série de simulações, comparações, escolher os parâmetros que se quer medir etc. Temos desenvolvido alguns projetos focados no setor educacional que têm sido citados como referência em relatórios internacionais da ITU e UNESCO, por permitir um acompanhamento praticamente em tempo real”, complementa Paulo Kuester, analista de projetos do Ceptro.br.

O NIC.br ressalta que todos os dados levantados seguem as recomendações da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Essas informações são utilizadas para desenvolver pesquisas sobre a qualidade da internet no país conduzidas pelo Ceptro.br, assim como o Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br).

Vale lembrar que o Minha Operadora também possui uma ferramenta para medir a velocidade da internet. Para utilizá-lo, basta acessar o link minhaoperadora.com.br/velocimetro.

Com informações de NIC.br.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários