InícioEconomia e NegóciosMhnet Telecom anuncia a compra de 3 provedores regionais

Mhnet Telecom anuncia a compra de 3 provedores regionais

Com essas incorporações, empresa amplia a operação nos estados do Paraná e de São Paulo. Confira a lista de cidades atendidas.

Mhnet Telecom anuncia a compra de 3 provedores regionais

O provedor catarinense Mhnet Telecom anunciou a incorporação de três provedores dos estados do Paraná e de São Paulo. Na lista estão as paranaenses Qnet Telecom e Toledonet, e a paulista Zuknet Networks.

Com o movimento, a partir do dia 1º de agosto de 2021, a empresa adiciona mais de 54 mil clientes à base. Além disso, o provedor amplia a atuação para 22 municípios, por meio da expansão da rede de fibra óptica em mais de 1.500 km de extensão.

Dessa forma, a empresa passa a prestar serviços nas cidades de Goioerê, Cruzeiro do Oeste, Tapejara, Pérola, Mariluz, Tuneiras do Oeste, Perobal, Nova Olímpia, Maria Helena, Xambrê, Toledo, Ouro Verde do Oeste, São José das Palmeiras, Marechal Cândido Rondon e São Pedro do Iguaçu, no Paraná. Já em São Paulo estão Itapetininga, Capão Bonito, São Miguel Arcanjo, Buri, Alambari e Ribeirão Grande.

No total, a Mhnet Telecom está presente em 120 cidades e contando com 250 mil clientes em Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e São Paulo. Ela é listada entre uma das 10 maiores empresas com serviços de banda larga fixa no país, na categoria de pequenos e médios provedores.

VEJA TAMBÉM:

–> Pequenos provedores são líderes em banda larga em 76% das cidades

–> TIM aposta na ultra banda larga para competir com pequenos provedores

–> ‘Fique Móvel’: Região Sul ganha nova operadora

Desde 2020, a companhia já contabilizou 11 incorporações de pequenos provedores. Para os próximos dois anos, a Mhnet espera ampliar a participação no mercado nas regiões que já contam com infraestrutura implantada, as quais tiveram investimentos da ordem de R$ 35 milhões, desde 2019.

Segundo Patrick Canton (foto da matéria), CEO da Mhnet Telecom, o crescimento do negócio nos últimos 20 anos foi ancorado com dinheiro próprio da empresa. Porém, a ideia é realizar a abertura de capital na Bolsa de Valores (IPO, na sigla em inglês).

“Fizemos investimentos relevantes em cobertura FTTH em importantes cidades da região Sul nos últimos anos e vamos direcionar o nosso foco para rentabilizar esses investimentos, com o objetivo de atingir um market share mínimo de 15% nessas operações nos próximos dois anos, o que está em linha com nossas operações em cidades já consolidadas onde possuímos participação de mercado superior ao proposto”, explica Canton.

Com a onda de IPOs, os provedores regionais devem ganhar ainda mais espaço no mercado de banda larga. A também catarinense Unifique e a cearense Brisanet são exemplos disto. A Mhnet afirma que está dialogando com consultorias especializadas em abertura de capital.

“Nossos planos para a companhia nos próximos anos consideram a atração de investidores por meio da abertura de capital, seguindo o forte movimento atual de consolidação deste mercado de provedores regionais no país”, finaliza o executivo.

Com informações de Assessoria de Imprensa Mhnet Telecom.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
CONTEUDO RELACIONADO
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários

MAIS POPULARES