InícioEconomia e NegóciosBolsonaro condecora Fábio Faria com medalha Oswaldo Cruz

Bolsonaro condecora Fábio Faria com medalha Oswaldo Cruz

Ministro está há cerca de um ano no comando do Ministério das Comunicações.

Imagem: Twitter/Reprodução

Por meio de decreto presidencial, Jair Bolsonaro (sem partido), concedeu a Medalha do Mérito Oswaldo Cruz, na categoria Ouro, ao ministro das Comunicações, Fábio Faria. A honraria é concedida pelos presidentes da República a personalidades e autoridades que se destacaram na área da ciência, educação, cultura, administração, assistência social e medicina.

Faria está há cerca de um ano no comando do recriado Ministério das Comunicações (MCom). Desde que assumiu a pasta, tem defendido a expansão da conectividade no país, para acabar com o que ele chama de “deserto digital”. Ele também tem se empenhado nos últimos meses para acelerar a implantação do 5G no país.

O ministro das Comunicações não foi o único a receber a medalha de ouro. Bolsonaro também incluiu na lista os ministros das Relações Exteriores, Carlos França; do Turismo, Gilson Neto; da Cidadania, João Neto; da Casa Civil, Luiz Pereira; da Educação, Milton Ribeiro; da Economia, Paulo Guedes; do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho; de Infraestrutura, Tarcísio Freitas; da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Dias; da Secretaria de Governo da Presidência da República, Flávia Peres; e de Defesa, Walter Netto.

Ficou de fora da lista o astronauta Marcos Pontes, que já foi ministro do antigo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), antes de ser desmembrado para a criação do MCom. Atualmente, Pontes está no comando do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Vale lembrar que Marcos Pontes recebeu a condecoração de “Ordem Nacional do Mérito”, nas mãos do ex-presidente Lula, quando ele retornou do espaço, em 2006.


VEJA TAMBÉM:

–> Leilão do 5G pode movimentar R$ 45 bilhões, diz Fábio Faria

–> Fábio Faria vai à Justiça para proibir ícone do 5G em redes DSS

–> Fábio Faria terá que explicar na Câmara comentário sobre mortos pela Covid-19

Também receberam a honraria de Bolsonaro os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e do Senado Federal, Rodrigo Pacheco; além do chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Célio Júnior; do secretário de Assuntos de Soberania Nacional e Cidadania, Fábio Marzano; e do diretor do Departamento de Logística em Saúde da Secretaria-Executiva do Ministério da Saúde, Ridauto Fernandes. A lista inclui ainda Michelle Bolsonaro, primeira-dama e esposa do presidente da República.

Jair Bolsonaro condecorou ainda com outra medalha, a de Ordem do Mérito Médico, na classe Comendador, os médicos pessoais do presidente, Antônio Macedo, médico-cirurgião do Hospital Albert Einstein; e Luiz Borsato, médico-cirurgião da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora/MG. Na classe Grande-Oficial, receberão a honraria o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Torres; a diretora clínica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Eloisa Bonfá, entre outros.

Com informações de Diário Oficial da União.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários