Vivo pretende reciclar 1,5 milhão de aparelhos de banda larga e TV

Operadora pretende recondicionar equipamentos para que eles possam retornar ao mercado.

Vivo pretende reciclar 1,5 milhão de aparelhos de banda larga e TV

A operadora Vivo pretende até o fim deste ano recondicionar 1,5 milhão de modens e decodificadores de serviços banda larga e TV Paga.

A iniciativa faz parte do movimento “Recicle”, que visa incentivar os clientes da operadora a realizarem a devolução de equipamentos sem uso, para que os mesmos tenham uma destinação adequada, evitando a contaminação do meio ambiente com materiais tóxicos.

Os equipamentos passam por atualização de software, reparos técnicos e estéticos.

A ideia é que os equipamentos recondicionados retornem ao mercado, em perfeitas condições de uso, seguindo todos os padrões de segurança.

VEJA TAMBÉM:

–> Dona da Vivo passa a integrar coalizão internacional de empresas

–> Vivo aumenta bônus pago a executivos para estimular redução de CO2

–> Dona da Vivo integra iniciativa que visa criar novas soluções digitais verdes

Segundo a Vivo, mais de 100 mil destes aparelhos são recuperados todos os meses.

O que não é recuperado é destinado para reciclagem em empresas especializadas.

Quem possui aparelhos parados pode solicitar o recolhimento em casa, por meio do site da Vivo, ou levá-los até uma das 1,6 mil lojas da operadora em todo o país.

O objetivo da operadora é preservar o meio ambiente, fazer uma melhor gestão sobre a cadeia produtiva da empresa, reverter riscos de falta de equipamentos em estoque, além de promover economia na aquisição de novos aparelhos.

“O movimento pela economia circular ganha cada vez mais relevância à medida em que o consumo de eletrônicos aumenta e os recursos naturais tornam-se cada vez mais escassos. Por isso, a reciclagem é o caminho mais consciente e sustentável. Estamos juntos com nossos clientes nessa jornada”, diz a executiva de sustentabilidade da Vivo, Joanes Ribas.

O programa de logística reversa da Vivo existe desde 2006, recolhendo até o momento mais de 5 milhões de itens – um milhão apenas de celulares – garantindo a destinação correta de 118,9 toneladas de resíduos.

Só no ano passado, a Vivo recebeu 7,6 toneladas de itens eletrônicos.

Muita dessa matéria prima é utilizada na produção de novos equipamentos, como novos cabos e baterias.

Com informações de Assessoria de Imprensa Vivo.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários