Receita da TIM cresce 3% no primeiro trimestre

Operadora explica que o resultado ‘tímido’ é decorrente do agravamento da pandemia em março passado.

Receita da TIM cresce 3% no primeiro trimestre

A operadora TIM (TIMS3) registrou no primeiro trimestre de 2021 a receita líquida de R$ 4,3 bilhões, um crescimento de 3,0% em relação ao mesmo período do ano passado.

O resultado é -7,2% menor do que o registrado no último trimestre de 2020, que foi de R$ 4,7 bilhões.

Segundo a TIM, o resultado indica uma trajetória de recuperação, mas que a melhora só não foi maior por conta dos impactos da segunda onda da pandemia da Covid-19, principalmente no mês de março.

O lucro líquido da operadora foi de R$ 277 milhões, ante os R$ 173 milhões do 1º trimestre de 2020, um crescimento de 60,3%.

VEJA TAMBÉM:

–> Dona da TIM encerra contrato com a Huawei, dizem fontes

–> TIM altera código de identificação de suas ações na Bolsa

–> Governo autoriza TIM a captar no mercado R$ 5,7 bilhões

A receita de serviços ao cliente teve uma evolução de +3,3%, registrando R$ 4,2 bilhões.

O serviço móvel também cresceu (+2,8%), atingindo a receita de R$ 3,9 bilhões.

A TIM fechou o primeiro trimestre do ano com um total de 51,7 milhões de acessos, queda de 2,1% em relação ao mesmo período de 2020.

A base de clientes pré-pago reduziu em -5,3% e o pós-pago aumentou em +2,5%.

Atualmente, a operadora conta com 21,5% de participação no mercado móvel.

De acordo com o documento apresentado pela empresa, a TIM já cobre com o 4G mais de 4,1 mil cidades, sendo 3,5 mil na tecnologia 700 MHz, 4,1 mil na VoLTE e 1,5 mil em 4.5G.

A operadora reportou um aumento de 2 pontos percentuais na cobertura 4G, alcançando 96% da população urbana.

Já no segmento fixo, a receita líquida subiu 12,1%, totalizando R$ 281 milhões.

A TIM Live, o serviço de banda larga da operadora, alcançou uma base de 662 mil usuários no trimestre anterior, um crescimento de 78 mil novos acessos (+13,3%).

Já os investimentos da TIM somaram R$ 1,3 bilhão, com a retomada de projetos que eram prioritários em 2020, assim como a preparação para o recebimento dos ativos móveis da Oi.

Mais detalhes sobre os resultados financeiros da TIM podem ser consultados do documento disponibilizado pela empresa.

Com informações de Relações com Investidores.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários