InícioTV por AssinaturaDesde 2014, preço da Netflix no Brasil aumentou 95%

Desde 2014, preço da Netflix no Brasil aumentou 95%

Reajuste no valor de assinatura padrão foi superior à média mundial.

De acordo com um levantamento realizado pelo JustWatch, o preço da Netflix no Brasil quase dobrou nos últimos 6 anos.

Em 2014, o preço do plano padrão (HD) da Netflix era de R$ 16,90/mês.

Desde então, o preço foi alterado para R$ 22,90 em junho de 2015, R$ 27,90 em julho de 2017, e para os atuais R$ 32,90, desde março de 2019.

Entre 2014 e 2020, o preço da assinatura da Netflix no Brasil variou +94,67%.

VIU ISSO?

–> Bridgerton: Produção se torna a série mais assistida da Netflix

–> Netflix vai perder mais de 100 títulos em fevereiro

–> TV Globo exibe comercial da Netflix durante a estreia do BBB21

Com isso, o país apresentou um aumento acima da média mundial, que foi de 76% no mesmo período.

Já os Estados Unidos e a Colômbia apresentaram a menor inflação nos preços do serviço de streaming, 56% e 59% respectivamente.

Ainda segundo o JustWatch, a Suíça possui atualmente o plano mais caro do mundo (CHF 17 ou R$ 102,54 na cotação atual), enquanto a Argentina possui o preço mais barato (AR$ 384 ou R$ 23,31).

A Netflix ainda não anunciou oficialmente quando fará um novo reajuste nos preços praticados no Brasil.

Entretanto, isso não deve demorar muito para ocorrer, uma vez que no Canadá e nos Estados Unidos os planos de assinatura foram reajustados no final do ano passado.

Na época, a companhia justificou o aumento como uma forma de continuar a oferecer maior variedade de séries e filmes na plataforma.

É válido ressaltar que com o lançamento de novos serviços de streaming e a fuga de conteúdo para plataformas rivais, está forçado a Netflix a investir cada vez mais em produções originais para se manter competitiva no mercado.

Gráfico da variação de preços de assinatura da Netflix. Imagem: JustWatch
Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
CONTEUDO RELACIONADO

1 COMENTÁRIO

Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários

MAIS POPULARES