Anatel cria canal telefônico exclusivo para o coronavírus

Número de emergência será utilizado para auxiliar o Ministério da Saúde nas ações de combate à pandemia.

Nesta sexta-feira, 20, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou que está disponibilizando o código de acesso 196, para ser utilizado como um canal telefônico de emergência para as ações de combate e à prevenção do Covid-19 do Ministério da Saúde.

Atualmente, a pasta já possui o Disque Saúde, por meio do código 136, um serviço de atendimento que fornece informações sobre doenças, além de orientar como ter um estilo de vida mais saudável. O telefone também recebe denúncias, sugestões e reclamações quanto ao serviço prestado pelo SUS.


A intenção da Anatel é permitir que o governo possua um canal exclusivo para prestar informações, esclarecimentos, orientações, atendimentos sobre a pandemia do coronavírus em território brasileiro.

VIU ISSO?

–> Operadoras pretendem fechar pontos de venda e atendimento

–> Alerj quer navegação gratuita em serviços de streaming

–> Coronavírus: tráfego de internet aumenta 40% durante quarentena

“O 196 está centrado nos mecanismos de endereçamento das comunicações que podem ser utilizados pelas autoridades nas políticas públicas a serem adotas à propagação do Covid-19. O recurso também permitirá que Ministério coordene o compartilhamento do 196 pelos diversos órgãos de saúde, otimizando e centralizando os esforços”, afirma a Anatel.

Até o fechamento desta matéria, as secretarias estaduais de Saúde informaram que o país possui 910 casos confirmados para o novo coronavírus, em 23 estados e no Distrito Federal. O Brasil já contabiliza 11 mortes, sendo nove em São Paulo e duas no Rio de Janeiro.

Com informações de Anatel e G1.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários