Xiaomi está desenvolvendo um novo tipo de chip de operadora

Novidade poderia, até mesmo, substituir o novo padrão eSIM.

A Xiaomi está desenvolvendo um novo tipo de cartão SIM que, além da conectividade 5G, também traria embutido um cartão de memória microSD. A patente depositada na China tem o objetivo de reduzir consideravelmente a bandeja de chips dos smartphones.

A ideia é manter o design original do cartão SIM, mas reformular totalmente o seu funcionamento. De um lado ficaria a placa de circuito relacionado à linha telefônica e, do outro, os elementos do cartão de memória.


A bandeja do celular seria menor, mas teria que ter a capacidade de leitura do chip em ambos os lados. Com espaço interno maior, as fabricantes poderiam, por exemplo, incluir melhores sistemas de refrigeração de componentes nos smartphones.

A nova tecnologia chega atrasada, diante do novo padrão eSIM, mas ainda tem potencial de substituí-lo ou, pelo menos, ser uma alternativa. Apesar da sua principal vantagem de não precisar ser removido nem mesmo quando o usuário desejar mudar de operadora, em algumas situações, os chips removíveis ainda são a melhor opção.

A transferência do número telefônico de um eSIM para outro é um processo que não é feito rapidamente, sendo realizado por meio de um terminal disponibilizado pela operadora. Numa emergência, caso seu smartphone seja danificado, não é possível retirar o chip para fazer um telefonema em um telefone de um amigo, por exemplo.

VIU ISSO?

–> eSIM: tudo sobre o sucessor do chip tradicional de celular

–> Chip tradicional de celular pode deixar de existir em breve

–> Cliente tem dificuldade para aderir eSIM em plano pré-pago da Claro

Outra situação é aqueles que trocam muitas vezes de celular ou compartilham um mesmo cartão SIM em vários dispositivos. Com o novo chip da Xiaomi isso não seria problema, tendo a vantagem extra do cartão de memória, tendo acesso aos arquivos armazenados, independente onde ele esteja instalado.

Um ponto contrário é que a fabricante limitaria a compatibilidade desse novo tipo de chip apenas para os celulares da Xiaomi, algo que já acontece em alguns aparelhos da Huawei, que aceitam apenas cartões de memória no padrão Nano Memory Card (NM Card).

É válido lembrar que o projeto do novo chip ainda é apenas uma patente registrada pela Xiaomi e não há planos divulgados pela empresa para que essa tecnologia sai realmente do papel.

Com informações de TechTudo.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

1
DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, FAÇA LOGIN para comentar
1 Número de Comentários
0 Número de Respostas
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
1 Autores de comentários
Jean Michel Skaleé Autores recentes de comentários
  Acompanhar esta matéria  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Jean Michel Skaleé
Colaborador
Jean Michel Skaleé

Prefiro o bom e velho chip. Trocou o celular, tira o chip, coloca em outro celular e funciona normalmente. Se eh roubado ou queima o celular ja fica uns dias incomunicável.

Cidade - UF
Nova Santa Rosa-PR