Futuro da SKY está próximo de uma definição

Será que as portas para a chegada do streaming HBO Max no Brasil finalmente estarão abertas? Entenda.

Divulgação da SKY banda larga
Imagem Ilustrativa: Divulgação SKY

A novela está próxima do fim? Esperamos que sim. Tudo indica que a Anatel deve finalmente aprovar a compra da TimeWarner pela AT&T, pendente desde 2016.

Trata-se de uma aquisição que gerou um grande imbróglio com a Lei do Serviço de Acesso Condicionado, também conhecida como Lei do SeAC ou Lei da TV paga, de 2011.


Como já é de conhecimento público, a gigante operadora americana é dona da SKY e, com a compra da Warner, passa a comandar também as programadoras Turner e HBO.

Ou seja, a empresa passaria a controlar diversos canais da TV por assinatura, entre eles a rede HBO, TNT, CNN internacional, Cartoon Network e vários outros.

Mas o grande problema mora na legislação brasileira, que não permite uma única empresa no controle de companhias que distribuem e produzem conteúdo ao mesmo tempo. É uma ou outra!

Por isso, desde 2016, a gigante americana luta para aprovar a compra com a Anatel ou conseguir uma modificação na Lei do SeAC, pelo fim da proibição para propriedade cruzada.

Agora vai!

O julgamento do processo será retomado e tudo indica que o conselheiro Moisés Queiroz Moreira dará um voto favorável para a decisão.

Tudo ficará nas mãos do conselheiro Emmanoel Campelo e do presidente da agência, Leonardo Euler de Morais. Só eles podem atrasar tudo, caso façam um pedido de vista.

Se aprovada a decisão, significa que a Anatel aceitou o argumento apresentado pela AT&T, de que a sede da empresa fica situada nos Estados Unidos e por isso, não esbarra nas diretrizes da Lei.

E quais são os riscos?

A legislação busca proteger a concorrência no mercado de TV por assinatura brasileiro.

Com SKY e Warner sob mesmo comando, os canais do estúdio poderiam ser exclusivos da operadora, por exemplo, e deixar a grade das concorrentes.

Mas isso não vai ocorrer com a aprovação da compra, já que a AT&T assinou termos de não discriminação da concorrência com o CADE.

VIU ISSO?

–> Não há planos de lançar o serviço HBO Max no Brasil
 
–> AT&T está disposta a fechar canais no Brasil para não perder SKY

–> Entenda a influência da família Bolsonaro no futuro da AT&T e SKY

HBO Max finalmente?

No mundo do streaming, é aguardada a chegada do HBO Max no Brasil, serviço que vai unir todas as produções da Warner e bater de frente com os gigantes Netflix e Disney+.

Entretanto, a vinda do serviço para o país era incerta justamente por conta da legislação brasileira e toda a incerteza em torno da aquisição da TimeWarner no país.

Futuro da SKY

O imbróglio também tornava incerto o futuro da segunda maior operadora de TV por assinatura do país. Em caso de não aprovação, a AT&T poderia ser obrigada a vender a companhia, mas nunca manifestou interesse.

Se o pior acontecer, a gigante americana cogita deixar de veicular os canais Warner na TV paga e leva-los para o streaming. Tudo para não perder a SKY.

Nesse caso, seria um desfalque gigantesco para um segmento que já vive uma de suas piores crises.

[ATUALIZAÇÃO – 07/02/2020 11H46]:

A compra da TimeWarner pela AT&T foi aprovada. Confira a matéria abaixo para mais detalhes.


Com informações de Estadão

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

1
DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, FAÇA LOGIN para comentar
  Acompanhar esta matéria  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Marcia Sampaio
Colaborador

tv lg entupida de aplicativos instalados : tv apple, hbo entre outros não sei como estas operadoras ainda estão vendendo tv por assinatura . Acho bem feito!!!! aplicam tantos golpes nos clientes e estaõ se deteriorando aos poucos com os aplicativos de streaming.Quando hbo max chegar só Brasil aí que vai rodar de vez!

Cidade - UF
sp