Problema na TIM faz gestante perder consultas

Operadora terá que pagar uma indenização pelos transtornos causados.

Pixabay
Imagem: Pixabay

Uma consumidora de Cascavel, no Paraná, teve uma experiência que jamais será esquecida com a operadora TIM.

Tudo começou quando ela visitou uma loja da prestadora e fez o pedido de portabilidade. No atendimento, foi informada de que a linha estaria disponível em duas horas.


Dito e feito, só que não. A cliente precisou aguardar por três horas e o plano contratado não começou a funcionar. O serviço ficou disponível apenas sete dias depois.

VIU ISSO?

–> TIM anuncia encerramento das ofertas Pré Infinity

–> Cai o interesse pelo TIM Beta nos últimos 12 meses

–> Aumenta o valor da mensalidade do TIM Beta

Para piorar, ela ficou sem internet por um mês e cancelou o plano. Na época em que teve problemas com a operadora, a paranaense era uma gestante e alega ter perdido consultas pela ausência do serviço de telefonia.

A consumidora conseguiu provar que tentou solucionar o problema diversas vezes, pela via administrativa, mas não obteve sucesso.

Com isso, iniciou um processo contra a operadora, que foi condenada a pagar R$ 4 mil de indenização, mas ainda cabe recurso.

A TIM não se manifestou sobre o caso.

Com informações de CGN

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
APierre

Empresa lixo! Perdi vários trabalhos por clientes desistirem de me ligar porque dava fora de área.

Cidade - UF
Belém
Jefferson

Cara pra isso é que existe concorrência.

Cidade - UF
Recife - PE