Vivo também é investigada pela Lava Jato

Possíveis repasses ocorreram entre 2005 e 2016; montante chega a R$ 193 milhões.

Ilustração
Imagem: Divulgação

A 69ª fase da Lava Jato, chamada de Mapa da Mina, iniciou suas operações na última terça-feira, 10 e agitou o mercado de telecomunicações. O motivo? Oi e Vivo estão entre as investigadas em um suposto esquema de corrupção.

Na operação, as empresas do grupo Gamecorp/Gol, comandadas por um dos filhos do ex-presidente Lula, Fábio Luis, teriam tido repasses de grandes operadoras brasileiras e as primeiras na mira da Polícia Federal são Oi e Vivo.


Ao todo, são 47 mandatos de busca e apreensão nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Distrito Federal. O foco está na apuração de crimes por corrupção ativa e passiva, organização criminosa, tráfico de influência internacional e lavagem de dinheiro por contratos ou acertos que culminaram em valores milionários.

A Oi se manifestou no mesmo dia e disse colaborar com as investigações da operação Lava Jato. A operadora comunicou que não compactua com irregularidades e não medirá esforços para que as ações prejudiciais à empresa sejam apuradas.

VIU ISSO?

–> ‘Essa companhia é só pepino’, disse o presidente da Oi

–> Lava Jato começa a investigar repasses do grupo Oi

–> Vivo é a 2ª maior receita da Telefônica mundo afora

Na investigação, a Polícia Federal analisa se as empresas do grupo Gamecorp/Gol possuíam ou não a mão de obra dos serviços de telecomunicações contratados.

E de acordo com o Ministério Público Federal, há mandatos de busca e apreensão para apurar indícios de irregularidades no relacionamento das investigadas com a operadora Vivo, da Telefônica.

Um projeto chamado “Nuvem de Livros” movimentou R$ 40 milhões entre a Movile Internet Móvel, da Vivo, e a Editora Gol entre 2014 e 2018.

Em comunicado, a Telefônica diz colaborar com as investigações e fornecer todas as informações solicitadas. A companhia enfatiza seu compromisso com elevados padrões éticos em toda a sua conduta de gestão e procedimentos.

Com informações de Valor Investe

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários