TV aberta começa a apostar no Facebook Watch

Emissoras como Band e SBT já se posicionaram na plataforma; entenda a estratégia.

Imagem: Divulgação Facebook Watch

Com a explosão do streaming e o espectador com inúmeras opções de entretenimento, além da TV, as emissoras abertas precisarão lutar para manterem seus cofres em alta. Interessante mesmo é observar que cada uma possui uma estratégia diferente.

A Globo, por exemplo, aposta no Globoplay, sua própria plataforma de vídeo sob demanda. O canal carioca foca na produção de séries originais, agora com distribuição internacional, enquanto adquire produtos do exterior para se estabelecer como uma concorrente da Netflix em terras brasileiras.


E as outras emissoras? Estarão paradas e confiantes no incerto futuro da TV aberta? Tudo indica que não. O SBT, por exemplo, começou a apostar no Facebook Watch e lançou um produto exclusivo para a plataforma de vídeos da rede social.

Trata-se do “SBT Mulher”, com histórias de mulheres do povo, líderes sociais, políticas, artistas e várias outras que terão suas vidas abordadas pelas jornalistas Raquel Sheherazade, Isabele Benito, Neila Medeiros, Thais Nunes e Simone Queiroz.

A estreia ocorreu na sexta-feira, 20 e os episódios já estão disponíveis na página SBT Jornalismo, assim como na do SBT Online.

VIU ISSO?

–> SBT lança sua própria plataforma de streaming
 
–> Bug do Facebook expõe como a rede obtém informações pessoais nossas

–> Globo se prepara para competir com a Netflix pelo mundo

Outra que não deixou a oportunidade passar foi a Band, que também aproveitou o Facebook Watch. O Grupo Bandeirantes fechou um acordo com a rede para criar conteúdos inovadores na plataforma.

Dois programas já estão agendados para estrear. O primeiro será o “Tudorial”, que reunirá os jornalistas das rádios do grupo para comentar e aprofundar um assunto escolhido pelo público, via enquete. A publicação será feita nas páginas BandNews FM e Bandeirantes.

O outro será o “#VaiDarOQueFalar”, exclusivo para a página Band Jornalismo. Quem entrará em cena na apresentação será a jornalista Ana Paula Padrão, atualmente conhecida pelo comando do reality culinário de sucesso Masterchef.

Serão episódios semanais de 30 minutos que vão receber jovens de até 25 anos que representem pluralidade e vejam o programa como um espaço seguro para debater temas sociais e entenderem o poder da própria voz.

Vale destacar que a estratégia de conteúdo também é muito pertinente para o próprio Facebook, que luta para manter a rede em evidência, especialmente as tradicionais “fan pages”, que foram trocadas pelo Instagram, também pertencente ao grupo empresarial.

A corporação também iniciou a produção de séries originais nos Estados Unidos.

Com informações de VCFaz.tv

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais votado
mais novo mais antigo
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Helliton Soares Mesquita

A ideia é boa. Porém os programas pensados são horríveis, apenas mimi socioeducativos que já temos desde da TV Cultura ou TV Escola. Ou seja já fadados ao fracasso antes mesmo de surgir.

Cidade - UF
Rondonópolis - MT
Jean Michel Skaleé

As emissoras locais aqui da minha região, estao apostando na programação local reproduzido via facebook. Todos os programas locais sao ao vivo, se nao me engano, ha umas 3 ou 4 emissoras que ja fazem isso. A vantagem é que aplicativo de facebook quase todos tem e pode ser assistindo em qualquer lugar que tenha uma conexao de internet.

Cidade - UF
Marechal Candido Rondon - PR