Netflix divulga total de assinantes por região pela primeira vez

Números indicam que concorrência já está afetando a hegemonia do gigante do vídeo on demand.

Após anos de mistério, a Netflix finalmente tornou público os seus números globais de assinantes pagos separados por região. A divulgação é uma exigência regulatória da Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos.

Segundo o documento, dos 158,3 milhões de assinantes da Netflix registrados em setembro, 67,1 milhões estão nos Estados Unidos e Canadá, 47,4 milhões estão na EMEA (sigla para Europa, Oriente Médio e África), 29,4 milhões estão na América Latina e Brasil e 14,5 estão na Ásia e Pacífico.


Os números mostram que a concorrência com outros serviços de streaming já tem afetado o crescimento da Netflix nos Estados Unidos e Canadá, onde houve um aumento da base de clientes de apenas 6% no último ano. Com menos concorrentes, mais de um quarto das receitas da empresa foram geradas na EMEA nos três primeiros trimestres de 2019, região onde o número de assinantes aumentou 40%.

Na América Latina e Brasil, o número de pagantes da plataforma cresceu 22% entre setembro de 2018 e 2019 e já representa quase metade dos assinantes de TV Paga na região, um mercado estimado em 71,4 milhões.

VIU ISSO?

–> Netflix pode ter programação pré-selecionada para indecisos

–> Netflix pretende oferecer plano anual

–> Netflix pode perder milhões de assinantes em 2020

Outra região de alerta para a empresa com sede em Los Gatos, na Califórnia, é a Ásia. Na China, onde se encontra a maior população do mundo, a plataforma ainda não está presente e na Índia, a segunda maior população, enfrenta forte competição com nada menos que 50 serviços on demand, com a Netflix sendo a sétima.

A Netflix também apresentou dados sobre quanto cada assinante paga para a empresa em diferentes partes do mundo. Nos EUA e Canadá, a empresa gera em média US$ 12,36 (R$ 50,20) em receita por mês, enquanto na América Latina, onde oferece preços mais baixos e promoções, esse número cai para US$ 8,21 (R$ 33,34) mensais por usuário.

Com informações de Filmmelier e The Wall Street Journal.

COMPARTILHAR EM:

COMENTÁRIOS MAIS BEM AVALIADOS DO MÊS

55

Banco Inter vai distribuir gratuitamente 7 mil chips da Intercel

é um chip degustação, esperava o que? rs
  • 01/07/2020 by Luiz Carvalho

48

Banco Inter vai distribuir gratuitamente 7 mil chips da Intercel

dados atualmente não são problemas para as grandes operadoras, e mesmo assim, mta gente não se sente satisfeito, pois a escolha depende de outros fatores tbm. Ex: Oi oferece pacotes gigantescos de dados e sinal ruim…outras não se sentem bem atendidos, ou enfrentam problemas diversos…esses dias o vivo easy prime deu um BO impedindo que fosse realizado chamadas, Claro Flex tem um plano maravilhoso e um aplicativo péssimo…todas tem prós e contras, e cada consumidor tem uma medida do que é mais importante pra si mesmo.
  • 01/07/2020 by Luiz Carvalho

42

Consumidor presta queixa contra comercial de Vivo Fibra

Meu deus do céu. Esse povo tá chato demais. Essa geração mi-mi-mi tá um saco.
  • 20/06/2020 by Tauan Fontoura

37

‘TIM Beta’ e ‘TIM Pré’ vão perder alguns benefícios

A Tim só tem um pouco mais de vantagem no pré pago, devido ter Facebook Twitter e Messenger e whatsapp, agora se começar a regular uso, com certeza a Claro vai ser o melhor plano. Tenho e não troco por nenhuma.
  • 02/07/2020 by Roberto Ramos

37

‘TIM Beta’ e ‘TIM Pré’ vão perder alguns benefícios

O TIM Black e os planos controle também sofreram essas medidas. Isso vai fazer a Claro roubar os clientes da TIM.
  • 02/07/2020 by Jefferson Rodrigues

COMENTÁRIOS RECENTES DE TODO O SITE

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários