Em 2025, 11% dos acessos móveis no Brasil será em 5G, diz relatório

País será responsável por massificar a expansão da Internet das Coisas na América Latina.

Segundo relatório da Associação Global de Operadoras Móveis (GSMA), o Brasil será um importante player na adoção do 5G e na popularização da Internet das Coisas (IoT) na América Latina. Segundo previsão, 11% dos acessos de telefonia móvel no país será feita na rede 5G até 2025.

No Brasil, com o investimento em infraestrutura, a penetração do serviço móvel e a popularização dos smartphones, espera-se que o 4G saia dos atuais 62% do total de acessos móveis para 87% em 2025. Será essa expansão que abrirá caminho para a massificação do 5G no país. Já o 3G deverá praticamente sumir no período.


No relatório, a GSMA dá destaque para as oportunidades para a expansão da Internet das Coisas, impulsionado pela rede de quinta geração. A associação lembra as políticas públicas brasileiras, como o Plano Nacional de IoT, sancionado por Jair Bolsonaro e as iniciativas de financiamento do BNDES.

O crescimento esperado da IoT na América Latina é de 14% ao ano, atingindo 1,3 bilhão de conexões em 2025.

VIU ISSO?

–> TIM apresenta sua visão para o 5G

–> 5G no mundo: quais países já ofertam a tecnologia?

–> 4 milhões de consumidores já utilizam 5G, segundo relatório

O documento também mostra o avanço da aprovação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que estabelece um equilíbrio entre a proteção de dados pessoais e o seu uso em serviços inovadores.

Espera-se que até 2023, a contribuição da telefonia móvel para a economia latino-americana chegará a mais de US$ 300 bilhões (em torno de R$ 1,2 trilhões).

Com informações de Teletime.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de