Claro ainda não vê justificativas para o alto investimento no 5G

“Tem muito oba-oba em cima do 5G, mas a TV por assinatura não depende do 5G para nada”, diz executivo da Claro.

Torre de telefonia. Imagem: PxHere
Torre de telefonia. Imagem: PxHere

Enquanto o mercado parece ter altas expectativas pelo 5G, o vice-presidente da Claro, Rodrigo Marques, deu outra perspectiva. Para ele, a operadora ainda não vislumbra caso de uso sustentável para justificar os altos investimentos na conectividade de quinta geração.

Especialmente se o assunto for sobre TV por assinatura. Para ele, a tecnologia ainda não trará tantos benefícios nesse segmento. A análise foi feita no Pay-TV Forum, realizado em São Paulo.


“Tem muito oba-oba em cima do 5G, mas não conheço nenhum caso de uso matador para consumo. Não tem um modelo de negócio sustentável que justifique investimentos massivos, e TV por assinatura certamente não vai ser a vertical que vai justificar. Pode ter demandas específicas e localizadas para business, mas a TV por assinatura não depende do 5G para nada. Nosso problema está longe de ser a entrega”, explicou.

Rodrigo explica que os vendedores de infraestrutura de telecomunicações são os que mais anseiam e desejam o 5G. Fora isso, parte dos consumidores sequer tem acesso ao 4,5G.

VIU ISSO?
– Leilão brasileiro do 5G pode movimentar R$ 20 bilhões
– 5G pode interferir nos sinais da TV aberta; Eutelsat sugere solução
– iPhone deve ter 5G mais veloz do que Androids, mas só em 2020

Se a operadora quiser distribuir TV paga pela rede de celular, não é necessário utilizar o 5G para isso. O 4,5G daria conta do recado, conforme explica o executivo.

O vice-presidente de vendas da SKY corroborou com a visão da Claro e disse que o surgimento do 5G não deve trazer mudanças significativas para o segmento de TV por assinatura.

Já o diretor de negócios da Algar Telecom trouxe uma visão mais otimista, ao acreditar que a abrangência do 5G vai conectar regiões afastadas e sem acesso à boas conexões de internet.

Com uma boa internet, todos terão melhores transmissões de vídeo e um crescimento do setor.

Com informações Teletime

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
4 Comentários
mais votado
mais novo mais antigo
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Jean

hoje o 4G da Claro onde moro da em media 40mbps de download e ping em torno de 50ms. Super tranquilo em assistir videos full hd sem travamentos.
Ainda não testei o 4,5G pois meu smartphone é mais antigo e não é compatível com a tecnologia, mas deve entregar de boa uma reprodução 4K se fosse o caso

luis

vc tá esquecendo a franquia de dados amigo doq adinta velocidade se tem limitação por franquia de dados ?

Cidade - UF
novo Hamburgo RS
BRUNO MARTINS

Tenho um iPhone 7, logo nao tenho acesso ao 4,5G da Claro, porem no 4G facilmente atinge acima de 50mb/s aqui no Sul de SC… Da pra usar de boa pra fazer qlqr coisa, inclusive ver videos e fullHD.

Roberto

Eu uso o 4,5G da claro, já tive pico de 182mb/s.
Dentro do Shopping Metrópole da minha cidade, a velocidade chega a 139 MB/s.
Uma velocidade considerável ótima, para uma rede 4G.
Mais tem lugares, que não passa dos 30 MB/s, isso com o sinal cheio, então é muito relativo a velocidade, acho que depende da infraestrutura do local.
Um investimento em infraestrutura, e equipamentos de primeira, é essencial, para uma internet estável.