Brasil teve R$ 30 bilhões de investimento das operadoras de telecom

Valor corresponde ao ano de 2018 e prova que o mercado brasileiro continua atraente para as grandes companhias.

Imagem: Pixabay

Mesmo com a elevada carga tributária brasileira, as operadoras de serviços de telecomunicações investiram R$ 30 bilhões no Brasil, em 2018. O valor corresponde a expansão de infraestrutura, ampliação de cobertura e melhoria na qualidade dos serviços.

Na comparação com 2017, o crescimento foi de 7%. Os dados foram revelados pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) e divulgados pelo Convergência Digital.

Desde 1998, o investimento do setor de telecomunicações foi de R$926 bilhões. Esse valor levou o Brasil a ser considerado como a quinta maior infraestrutura do setor no mundo.

VIU ISSO?
– Acordo sela o fim da trajetória de executivo no setor de Telecom
– Ativação de fibra ótica tem crescimento recorde em maio
– TV por assinatura encolhendo

Ao todo, são 315 milhões de acessos nos serviços de telefonia fixa e móvel, banda larga e TV por assinatura.

No informe da TeleBrasil, há o reforço de que o país ainda precisa avançar, atualizar leis e simplificar regulamentos. Especialmente para uma ampliação do serviço que é mais demandado pela população, a internet banda larga.

Entretanto, os números divulgados refletem que o Brasil, mesmo tendo uma das cargas tributárias mais altas do mundo e em atual crise econômica, ainda é uma país atraente para o investimento das empresas.

Nos dados atuais das operadoras, nota-se o crescimento da demanda pela ativação da internet via fibra óptica e uma queda nas assinaturas de TV por assinatura.

Uma prova de que o setor de telecomunicações se reinventa cada vez mais para atender novas demandas do público.

Com informações do Telebrasil e Convergência Digital.

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários